Segurança

Mãe e bebê assassinados são sepultados juntos

Segundo a polícia, o ex-companheiro teria envenenado a mulher com um pedaço de carne, e o bebê, depois de ser amamentado

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do NDMais
Mãe e bebê assassinados são sepultados juntos
(Foto: Reprodução/NDMais)

24 de setembro de 2020 - 17:35 - Atualizado em 24 de setembro de 2020 - 17:35

O sepultamento de Josiéli Lopes, de 36 anos, e do bebê dela, de três meses, foi marcado por emoção na tarde desta quinta-feira (24), no município de Palhoça, em Santa Catarina. Os corpos das vítimas foram encontrados em Rio dos Cedros, em Itapema (SC), na última terça (22).

O suspeito do homicídio é o ex-companheiro de Joisiéli e pai do bebê. Segundo a polícia, ele teria envenenado ela com um pedaço de carne, e o filho, depois de ser amamentado. O homem está preso temporariamente.

Segundo o delegado Diogo Medeiros, da Polícia Civil de Itapema, o crime foi premeditado. O homem preparou uma refeição, colocou veneno em um pedaço de carne, e serviu para Josiéli. Ela comeu, e após isso, amamentou o filho de apenas três meses de vida.

Logo em seguida, ambos começaram a passar mal e morreram. O suspeito confessou o crime, mas frisou que não queria matar o filho. Os corpos foram colocados por ele no carro da família e levados até a cidade de Rio do Cedros.

O homem enterrou os cadáveres da mulher e do bebê em uma mata, localizada na zona rural da cidade, no bairro Cedro II.

Segundo relato do investigado, ele matou a vítima após descobrir que ela estava em um novo relacionamento. Eles já estavam separados, mas ainda moravam juntos. O dia do homicídio era a data limite dada por Josiéli para que o ex-companheiro saísse de casa.