Segurança

Mãe de jovem presa por morte da amiga não acredita que filha causou acidente

A garota de 19 anos foi presa porque o motorista afirmou que ela puxou o volante do carro e provocou o acidente

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Thaís Travençoli da RIC Record TV, Curitiba
Mãe de jovem presa por morte da amiga não acredita que filha causou acidente
Rayane, foto acima, foi ejetada de dentro do porta-malas do veículo. (Foto: Reprodução/RIC Record TV)

22 de fevereiro de 2021 - 15:11 - Atualizado em 22 de fevereiro de 2021 - 17:49

A mãe de Vitória Carolina Alves Cruz, de 19 anos, presa pela morte de Rayane Ellen Souza, também com 19 anos, ocorrida em um acidente na BR-277, em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, no fim da madrugada de domingo (21), acredita que a filha não tenha causado a colisão que vitimou a amiga

Leonice Alves da Cruz conversou com a RIC Record TV na manhã desta segunda-feira (22). Ela ressalta que Vitória e Rayane eram melhores amigas e se conheciam desde os 13 anos de idade. 

“A minha filha era muito amiga, elas estudavam junto, comiam junto, faziam tudo junto. Elas eram como se fossem irmãs. Eu não acredito nisso de jeito nenhum. Estão acusando ela, isso não é verdade. Eu acredito que seja uma fatalidade o que aconteceu. Inclusive, a gente sente muito pela Rayane, ela vivia com a gente”, disse a mãe. 

Vitória e o motorista do veículo, Matheus Henrique de Oliveira, de 19 anos, foram detidos em flagrante. A jovem foi presa depois que o condutor afirmou à equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que atendeu a ocorrência, que ele perdeu o controle do carro porque ela puxou o volante durante uma brincadeira

“Os jovens de 19 anos foram autuados por homicídio simples dessa jovem, justamente porque estavam conduzindo um veículo automotor e estariam brincando na direção. O condutor do veículo ainda foi autuado por embriaguez ao volante. Tanto o Matheus, quanto a Vitória foram presos em flagrante delito”, explicou o delegado Fábio Machado.

O acidente

O acidente ocorreu por volta das 5h50 da manhã, quando o grupo de amigos retornava de uma festa. Dentro do carro estavam cinco jovens: Matheus na direção, Vitória no banco de passageiro da frente, dois outros rapazes no banco traseiro e Rayane no porta-malas

Segundo Matheus, Vitória puxou o volante pouco tempo depois de ele realizar uma ultrapassagem. Com isso, o carro ficou desgovernado e colidiu contra uma mureta de proteção da rodovia. Rayane foi ejetava com o impacto e acabou perdendo a vida antes da chegada de socorro. 

O carro onde o grupo de amigos estava ficou com a frente destruída. (Foto: Reprodução/RIC Record TV)

Testemunhas afirmaram à PRF que viram o carro transitando em zigue-zague minutos antes da colisão. O teste de bafômetro de Matheus acusou 0,05 miligramas de álcool por litro de ar. 

Os outros dois jovens que sobreviveram ao acidente deverão prestar depoimento até o fim desta segunda.

Rayane foi sepultada nesta manhã no bairro Borda do Campo, em São José dos Pinhais.

O caso é investigado pela Polícia Civil de São José dos Pinhais. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.