Segurança

Macacos-prego, araras e papagaio são apreendidos em residência, em Curitiba

Os animais não devem voltar para a natureza, pois foram criados muito próximo ao convívio humano

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Prefeitura de Curitiba
Macacos-prego, araras e papagaio são apreendidos em residência, em Curitiba
Ação conjunta apreende animais silvestres no Caximba. (Foto: Divulgação)

28 de julho de 2021 - 15:27 - Atualizado em 28 de julho de 2021 - 15:28

Dois macacos-prego, três araras e um papagaio foram apreendidos em uma casa no bairro Caximba, em Curitiba, nesta terça-feira (27), durante uma ação do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna da Prefeitura e da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente. Na residência, foi constatada a manutenção ilegal dos animais silvestres e uso de documentos fraudados

Os animais foram levados ao Centro de Apoio à Fauna Silvestre (Cafs) e passarão por avaliação clínica e comportamental, além de marcação individual. Por terem sido criados próximos ao convívio humano, o destino mais provável dos animais deve ser uma instituição mantenedora de fauna e não a natureza.

Como não houve maus-tratos, o morador da casa ainda não foi multado. No decorrer do processo judicial, poderá ser autuado pelo Instituto Água e Terra ou pela Força Verde.

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Curitiba)

O diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo, afirmou que esses animais foram, provavelmente, capturados irresponsavelmente da natureza ou eram vítimas de tráfico.

“ Quem adquire um animal silvestre ilegal compactua e fomenta o tráfico, um dos grandes responsáveis pela extinção de espécies no Brasil”, reforçou o diretor.