Segurança

Latrocínio: Quatro suspeitos da morte do DJ no Noroeste do Paraná já foram presos

Suspeito diz que atirou acidentalmente na vítima

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações Evandro Mandadori | RIC Record TV - Maringá
Latrocínio: Quatro suspeitos da morte do DJ no Noroeste do Paraná já foram presos

9 de julho de 2021 - 10:59 - Atualizado em 9 de julho de 2021 - 10:59

Três  homens foram presos pela Polícia Civil na tarde de quinta-feira (8), acusados de envolvimento no latrocínio que matou o DJ Alan Tiago, de 39 anos. O crime aconteceu em Mandaguaçu, no Noroeste do Paraná, em junho deste ano. Dois suspeitos estavam fugindo para São Paulo, quando foram pegos na rodoviária de Ourinhos-SP. 

Para os investigadores, Adrian Igor de Andrade, de 18 anos, é quem efetuou o disparo na nuca da vítima. O acusado relatou à polícia que atirou acidentalmente em Alan e que a intenção era agredi-lo, por ele ter olhado para cima. 

De acordo com a Polícia Civil, o roubo foi programado. Ao todo, são sete suspeitos envolvidos no latrocínio. Quatro já foram presos e segundo os investigadores, todos foram identificados. 

O crime 

Alan Tiago era empresário do ramo de carrocerias. Ele foi morto durante um assalto em 28 de junho. A vítima e outras pessoas, jogavam baralho no momento do crime. Além do DJ, outros dois homens foram baleados, mas não ficaram gravemente feridos. 

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil. Veja o vídeo do assalto:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.