Segurança

Justiça manda soltar PM acusado de causar morte de motoboy

Na ocasião, o policial militar, que estava de folga, cruzou uma preferencial e atingiu o jovem que estava trabalhando como entregador de pizzas

Daniela
Daniela Borsuk

A Justiça mandou soltar o policial militar Jasiel Rauli Rocha Pereira, preso após bater o carro que conduzia contra um motoboy, que não resistiu aos ferimentos. O acidente foi registrado na noite de 23 de abril deste ano, no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

Na ocasião, o policial militar, que estava de folga, cruzou uma preferencial e atingiu o jovem que estava trabalhando como entregador de pizzas. Imagens de câmeras de segurança flagraram a colisão.

Conforme um familiar do motoboy que esteve no local do acidente, o velocímetro do carro do policial travou em 120 km/h na batida. O soldado não quis fazer o teste do bafômetro. Porém os PMs que atenderam a ocorrência prestaram depoimento na Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) e relataram sinais de embriaguez no motorista. 

Isso foi o suficiente para que o delegado Leonardo Carneiro, titular da Dedetran, autuasse o policial por homicídio doloso, já que, ao ingerir bebida alcóolica e pegar no volante, o motorista assumiu o risco de matar alguém no trânsito.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.