Segurança

Justiça concede liberdade provisória a caminhoneiro embriagado que provocou acidente que matou cinco pessoas no Paraná

Ele pagou o valor da fiança para crimes de embriaguez ao volante e vai responder em liberdade

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da RIC Record TV Oeste
Justiça concede liberdade provisória a caminhoneiro embriagado que provocou acidente que matou cinco pessoas no Paraná

5 de agosto de 2021 - 16:52 - Atualizado em 5 de agosto de 2021 - 17:39

A Justiça Criminal de Toledo, no Oeste do Paraná, soltou na tarde desta quinta-feira (5) o caminhoneiro Cléber Martins, de 43 anos, acusado de provocar o acidente que matou cinco pessoas na última terça-feira (3) na PR-317. Ele conduzia o veículo embriagado no momento do acidente, de acordo com a Polícia Civil. 

Segundo a justiça criminal, Martins teve a liberdade provisória concedida após pagar a fiança no valor de R$3.666,66, que é o valor cobrado nos casos de embriaguez ao volante. O acusado alega que o carro invadiu a pista que trafegava com seu caminhão. 

O Acidente

O acidente aconteceu na última terça-feira (3) na PR-317, entre Toledo e Assis Chateaubriand. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, testemunhas relataram que Cleber Martins, motorista do caminhão, invadiu a pista contrária e atingiu o Gol, da prefeitura de Jesuítas. O carro seguia pela terceira faixa, ao lado de um Corsa, e tentou desviar para o acostamento, quando foi prensado pela carreta. 

Adriano Rodrigues da Silva, José Waldir Melão, Luzia da Silva Melão, Dayane Aparecida Oliveira, Maria Vareli de Lima eram ocupantes do Gol e morreram no local. 

Prefeitura de Jesuítas decreta luto de 3 dias pela morte de moradores em acidente com motorista bêbado
(Foto: reprodução)

O caminhoneiro foi submetido ao teste do bafômetro que apontou 0,50 miligramas de álcool por litro de ar expelido, que é considerado crime de embriaguez ao volante. O caso segue em investigação