Segurança

Homem que confessou ter matado ex-mulher em Ponta Grossa será julgado hoje (15)

Crime aconteceu em dezembro de 2019; réu permanece preso desde a época e será ouvido por videoconferência

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Homem que confessou ter matado ex-mulher em Ponta Grossa será julgado hoje (15)
(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

15 de junho de 2021 - 08:12 - Atualizado em 15 de junho de 2021 - 11:15

O júri popular do réu Marcelo Ávila será realizado a partir das 8h30 desta terça-feira (15), em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná. O homem confessou à polícia que matou a ex-mulher com golpes de faca, a professora Luciane Ávila. O crime aconteceu no dia 4 de dezembro de 2019.

No dia do crime a mulher foi surpreendida no momento que chegava na escola para trabalhar. Luciane estava acompanhada do filho de 6 anos. No momento em que a discussão começou, a criança saiu correndo e então o suspeito desferiu pelo menos cinco facadas contra a vítima. A professora chegou a ser socorrida, mas não resistiu.

O ex-marido fugiu após o crime, porém foi encontrado e preso no mesmo dia. O réu permanece detido no Complexo Médico Penal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com informações, o casal ficou junto durante 25 anos e estava em processo de separação. Além disso, a mulher tentava uma medida protetiva contra o homem.

Atualização

O júri popular foi adiado devido a falta de quórum dos jurados. Dos 25 participantes convocados, apenas 11 compareceram.

O crime – Professora morta em PG

O assassinato da professora Luciane foi registrado na avenida Anita Garibaldi, na Vila Liane, em Ponta Grossa, no dia 4 de dezembro de 2019. A mulher estava com o filho em frente a instituição que o pequeno estudava e onde ela trabalhava. 

Segundo o relatório do Corpo de Bombeiros, a mulher recebeu aproximadamente cinco facadas com golpes na região da perna e do tórax. Luciana foi atendida pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), mas acabou morrendo dentro da ambulância.

Durante a ação, um homem, de aproximadamente 40 anos, tentou impedir o ataque contra a mulher, porém acabou sendo ferido também. A vítima foi encaminhada ao hospital com ferimentos moderados.

O ex-marido de Luciane foi preso no dia do crime e confessou o assassinato.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.