Segurança

Jovens presos injustamente tentam comprovar inocência com imagens de câmeras de segurança

Detidos há três meses, Gustavo e Leandro podem ter sido confundidos com os assaltantes de uma distribuidora de bebidas

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Adriana Lopes, da RIC Record TV
Jovens presos injustamente tentam comprovar inocência com imagens de câmeras de segurança
(Foto: Reprodução/ RIC Record TV)

21 de julho de 2021 - 15:23 - Atualizado em 21 de julho de 2021 - 15:23

A defesa de Gustavo Eufrásio Pereira, de 18 anos, e Leandro Rodrigues, de 25 anos, tenta provar que os jovens, que estão presos desde o dia 22 de abril acusados de roubo, são inocentes. Detidos há três meses, Gustavo e Leandro podem ter sido confundidos com os assaltantes de uma distribuidora de bebidas, localizada no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, que foi alvo de criminosos.

Os jovens estão presos na Casa de Custódia de Piraquara e esperam que imagens de câmeras de segurança possam ajudar a comprovar sua inocência. No vídeo, obtido pelo advogado de Gustavo e Leandro, é possível ver que os jovens, que moram a cerca de 4km do local assaltado, não saíram de casa na manhã do dia 22 de abril, dia do crime.

“A defesa até disponibilizou para a Justiça as imagens do veículo que supostamente teria sido usado pelos autores do roubo, que o veículo se encontrava em frente a casa de um dos acusados. O veículo permaneceu praticamente a manhã inteira e, no horário do roubo, o veículo continuou parado”. 

afirmou o advogado Ryan Antunes.

A família dos jovens está indignada e espera que, logo, eles possam voltar para casa.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.