Segurança

Jovens fazem aglomeração em frente de bar e fecham passagem de avenida em Maringá

Uma pequena força-tarefa teve que ser montada às pressas por policiais militares e guardas municipais para dispersar os jovens do local

Gabriel
Gabriel Trevisan Com informações da RIC Record TV de Maringá
Jovens fazem aglomeração em frente de bar e fecham passagem de avenida em Maringá
Foto: Redes Sociais

25 de setembro de 2020 - 12:43 - Atualizado em 25 de setembro de 2020 - 12:43

Na manhã desta sexta-feira (25) ainda era possível ver muita sujeira e várias garrafas de bebidas alcoólicas jogadas pelo chão da Avenida Petrônio Portela, em Maringá. Os lixos são restos de um descaso com a saúde pública, onde em plena pandemia de coronavírus jovens de Maringá se reuniram na frente de um bar. Era tanta gente, que era difícil trafegar como carro na avenida.

Das centenas de pessoas reunidas em frente ao bar, muitas delas estavam sem máscara, com som alto e quebrando garrafas. A bagunça, que desrespeita muitos decretos municipais para evitar aglomerações. foi registrada por vários moradores do bairro, que estavam indignados.

Foi tanta indignação, que choveu reclamações na Polícia Militar, todas denunciando o descaso. Uma pequena força-tarefa teve que ser montada às pressas por policiais militares e guardas municipais para dispersar os jovens do local.

Em entrevista a RIC Record TV de Maringá, o Tenente Rafael Prado, da Polícia Militar, disse que a maior parte das reclamações por populares eram de muito barulho, principalmente do som alto e de garrafas sendo quebradas.

Segundo o tenente, não é responsabilidade da Polícia Militar fiscalizar o funcionamento desses bares durante a pandemia. Se o comerciante está ou não respeitando os decretos municipais é trabalho da fiscalização. Entretendo, em situações como a da noite passada, a PM teve que intervir para colocar ordem novamente no bairro e dar tranquilidade para os moradores.