Segurança

Jovem desaparece em Curitiba após mandar mensagem misteriosa para mãe

Matheus Fernandes da Silva não chegou a receber a resposta de sua mãe e não atendeu mais o celular

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Nader Khalil da RIC Record TV, Curitiba
Jovem desaparece em Curitiba após mandar mensagem misteriosa para mãe
Foto: Reprodução/RIC Record TV

2 de dezembro de 2020 - 15:24 - Atualizado em 2 de dezembro de 2020 - 15:29

Matheus Fernandes da Silva, de 18 anos, desapareceu nesta terça-feira (1º) depois que saiu de casa no bairro Pilarzinho, em Curitiba, para ir até seu trabalho. Como todos os dias, o jovem fez o trajeto a pé, mas nunca chegou ao seu emprego. 

A única pista do que pode ter acontecido com Matheus é uma mensagem que ele enviou para a mãe pouco tempo após deixar a residência. Em poucas palavras, o rapaz contou que havia acabado de encontrar um velho desafeto na esquina. 

Mensagem enviada pelo jovem antes de desaparecer. (Foto: Reprodução/RIC Record TV)

Cassiane Fernandes, mãe do jovem desaparecido, explica que a pessoa que ele encontrou é um antigo vizinho, com o qual o filho brigou há cerca de um mês. Na ocasião, o homem estava agredindo sua companheira e Matheus acabou intervindo para defender a mulher. Dias depois, o casal mudou de bairro e a família do rapaz respirou aliviada, já que durante a confusão, o vizinho havia ameaçado o jovem. 

“Ele [vizinho] mostrou mesmo que estava chateado. Tanto é que falou que ele [Matheus] comprou uma briga e que ele iria cobrar. Como já tiveram alguma discussão, eu já fiquei apreensiva, já fiquei com medo”, explicou a mãe sobre o que sentiu quando recebeu a mensagem do filho. 

Três minutos depois, ela respondeu para Matheus, mas a mensagem nunca foi recebida pelo filho.

“Eu mandei a mensagem e ele não me respondeu, eu liguei. Aí eu fiquei ligando, ligando e ele não me atendeu. Tanto é que eu falei para o meu patrão ‘tem alguma coisa errada’. Como eu não tinha contato do escritório onde ele trabalha, mais tarde eu consegui o contato e descobri que ele não apareceu. O gerente dele falou que estava ligando e que também não era atendido”, completou Cassiane. 

Desde então, todas as ligações feitas para Matheus caem na caixa postal e a esperança da família é que alguém possa ajudar a encontrá-lo. 

“A sensação que eu tenho é que eu estou vivendo a mesma coisa que eu vivi um ano e nove meses atrás, que eu perdi o meu filho mais velho. Mas eu sabia que ele estava dentro do mar e sabia que eu ia achá-lo. Mas o Matheus eu não sei onde está”, desabafou a mãe que já perdeu um filho afogado.

A Polícia Civil investiga o caso. 

Assista à reportagem completa: 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.