Segurança

Insistente: mecânico é preso duas vezes, no mesmo local, pelo mesmo crime (desmanche de veículos)

Em pouco mais de duas horas, mecânico conseguia desmanchar um veículo inteiro. Já tinha sido preso pelo mesmo crime em 2019.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Insistente: mecânico é preso duas vezes, no mesmo local, pelo mesmo crime (desmanche de veículos)

5 de março de 2021 - 21:53 - Atualizado em 5 de março de 2021 - 21:53

Resumo da matéria

  • Mecânico João Carlos Gudard, 30 anos, foi preso pelo mesmo crime que foi pego em 2019: desmanche de veículos.
  • Prisão foi na mesma oficina que João tinha sido pego em 2019. Ele levava pouco mais de duas horas para desmanchar um carro inteiro.

Policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) descobriu uma oficina utilizada para desmanche de veículos, nesta sexta-feira (5), na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). A oficina funcionava na Rua Agílio Leão de Macedo, na Vila Barigui. João Carlos Gudard, 30 anos, foi preso em flagrante na oficina, mesmo local em que ele foi preso ano retrasado, pelo mesmo crime e pela mesma equipe policial.

Depois de receberem uma denúncia, os policiais foram ao local verificar e pegaram João desmanchando um carro de locadora, furtado no dia anterior no bairro Bigorrilho, em Curitiba. O que chamou a atenção dos policiais é que, em duas horas, o ladrão já havia desmontado o carro inteiro. Já tinha tirado motor, freios, suspensão, tudo. Faltava apenas cortar o carro ao meio e distribuir as peças no mercado clandestino.

Os investigadores ainda apuraram que a oficina clandestina funcionava 24 horas por dias, ou seja, muitos carros devem ter sido desmanchados ali, já que o mecânico precisava de pouco mais de duas horas para desmanchar cada um.

Furto

Conforme apuraram os policiais civis, os bandidos queriam apenas o pneu step do veículo. Mas quando quebraram o vidro do carro e entraram, encontraram uma chave reserva no porta-luvas. Então decidiram levar o carro inteiro. Agora, os investigadores da DFRV buscam descobrir quem são os responsáveis pelo roubo e também qual seria o destino das peças.

Reincidente e teimoso

Há pouco menos de dois aos, João Carlos foi preso pela mesma equipe policial, no mesmo local, e pelo mesmo crime. Ele responderá por receptação de veículo roubado, assim como em 2019. Além da prisão de hoje, o mecânico já tinha outras três passagens pela polícia.

A Polícia Civil solicita a colaboração da população com informações que auxiliem na investigação. A denúncia pode ser feita de forma anônima pelos telefones 197, da Polícia Civil, 181 Disque Denúncia ou pelo 0800 64 47 144, diretamente à equipe de investigação.

Assista a matéria do repórter Lúcio André, na oficina estourada pela polícia:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.