Segurança

Inquérito sobre acidente com morte entre micro-ônibus e trem em Curitiba é concluído

O motorista do micro-ônibus foi indiciado, pela Polícia Civil, por homicídio com dolo eventual; Sirlei Mendes dos Santos morreu antes da chegada do socorro

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

A Polícia Civil do Paraná concluiu o inquérito policial que apurou o acidente entre um micro-ônibus e um trem, ocorrido no dia 20 de outubro de 2020, no bairro Cajuru, em Curitiba. Uma mulher morreu e outras cinco pessoas ficaram feridas. 

O motorista do micro-ônibus foi indiciado por homicídio com dolo eventual. Conforme a investigação, ele assumiu o risco de atravessar a linha férrea, ainda que com condições possíveis de parar.

Durante a apuração do caso, 14 pessoas foram ouvidas, exames periciais foram solicitados, relatórios de viagem do trem e do micro-ônibus foram verificados e realizou-se a análise da caixa preta do trem. 

O micro-ônibus transportava funcionários de uma empresa que fornece peças automobilísticas para Volkswagen e para a Renault, em São José dos Pinhais, na regcSirlei Mendes dos Santosião metropolitana da capital. 

A vítima fatal foi identificada como Sirlei Mendes dos Santos. Ela era trabalhava em uma das montadoras de veículo e retornava para casa no momento do acidente.

O acidente

A colisão aconteceu por volta das 23h30 no cruzamento entre as ruas Thomaz David Borges e Rutildo Polido. No local existe o cruzamento de uma linha férrea, com sinalização vertical indicando atenção dos motoristas.

Após a batida, o ônibus foi arrastado e chegou a invadir uma residência. Dentro da casa, ninguém ficou ferido.

Sirlei foi uma das primeiras vítimas a ser resgatada das ferragens, mas ela já estava sem vida.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.