Segurança

Incêndio no Pantanal: bombeiros de Londrina viajam para ajudar em missão

Os representantes do Corpo de Bombeiros devem ficar na região por 15 dias. “Tudo vai depender do desenvolvimento da operação”, afirma o comandante da missão.

André
André Justus colaboração Gerciane Alves
Incêndio no Pantanal: bombeiros de Londrina viajam para ajudar em missão
Imagem: Divulgação/PMPR/Manoel Gomes

15 de setembro de 2020 - 20:50 - Atualizado em 16 de setembro de 2020 - 09:40

Com o objetivo de auxiliar a controlar o incêndio no Pantanal, quatro soldados de Londrina integram um grupo de 31 bombeiros militares que está em direção do Mato Grosso do Sul.

Nesta terça-feira (15), 26 soldados partiram em viaturas no início da tarde e uma equipe com cinco soldados sobrevoou em uma aeronave e já está em Campo Grande (MS). A partir de quarta-feira (16), a equipe se reúne novamente e se desloca para Corumbá (MS), região que será base fixa do grupo paranaense, começando os trabalhos de campo.

“É uma questão de saúde também. Diminuir os focos de incêndio significa menos quantidade de fumaça no ar, com reflexo imediato na respiração das pessoas”, comentou comandante da missão Pantanal, tenente-coronel Ezequias de Paula Natal.

Na quinta-feira (17), serão disponibilizados sete caminhões de combate a incêndios com capacidade de armazenamento de 7 mil litros. Além disto, foram cedidos pelo Estado equipamentos especializados como abafadores, enxadas e mochilas, além de um drone para auxiliar na localização dos focos de fogo.

De acordo com Natal, os representantes do Corpo de Bombeiros do Paraná ficarão na região por 15 dias. Mas o prazo pode ser prorrogado de acordo com necessidade da atividade. “Tudo vai depender do desenvolvimento da operação”, afirmou.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!