Segurança

Briga termina com incêndio e criança de 2 anos morre carbonizada, em Rio Branco do Sul

De acordo com o Corpo de Bombeiros o companheiro da mãe da vítima é o principal suspeito por atear fogo no local na madrugada desta terça-feira (8)

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Briga termina com incêndio e criança de 2 anos morre carbonizada, em Rio Branco do Sul
(FOTO: REPRODUÇÃO/ REDE NEWS 24H)

8 de setembro de 2020 - 10:28 - Atualizado em 8 de setembro de 2020 - 10:55

Uma criança, de apenas 2 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (8) após um incêndio na residência onde dormia, em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com informações preliminares, uma discussão entre o casal na noite anterior teria sido a motivação para o crime. A mãe da vítima se arriscou para salvar a vida da filha, porém, teve ferimentos graves e não conseguiu.

Uma outra criança também estava na casa e foi encontrada morta na manhã desta terça-feira. O homem suspeito pelo crime fugiu, mas foi localizado e preso na sequência. A mulher está internada no Hospital Evangélico, em Curitiba.

Incêndio em Rio Branco do Sul

O incêndio aconteceu na Vila São Pedro, em Rio Branco do Sul, no final da madrugada desta terça-feira (8). Segundo testemunhas, na noite de segunda-feira a mãe das crianças e o companheiro tiveram uma discussão, e a mulher teria realizado uma denúncia por violência doméstica.

Já durante a madrugada o homem teria voltado ao local e ateado fogo na residência com a mulher e duas crianças dentro. A mulher e uma das filhas conseguiram sair, mas a pequena de 2 anos ficou no imóvel. Desesperada, a mãe voltou para o local e tentou tirar a filha, mas não conseguiu.

A mulher, de 28 anos, teve ferimentos graves devido as queimaduras e foi encaminhada ao hospital. O suspeito foi localizado após fugir e levado para a delegacia.

No último domingo (6), um incêndio em Curitiba matou 10 cachorros.