Segurança

Impressionante: câmeras flagram explosão e carro arrastando moto por mais de 80m; motociclista morreu

No vídeo impressionante, é possível ver o momento da explosão e, logo em seguida, o carro arrastando a moto e parando em meio às chamas e fumaça

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Tiago Silva, da RIC Record TV Curitiba
Impressionante: câmeras flagram explosão e carro arrastando moto por mais de 80m; motociclista morreu
(Foto: Reprodução/ Câmeras de segurança)

29 de julho de 2021 - 14:13 - Atualizado em 29 de julho de 2021 - 14:14

Imagens de câmeras registraram o gravíssimo acidente registrado na madrugada desta quinta-feira (29) que deixou um motociclista, de 43 anos, morto. A colisão aconteceu no cruzamento entre as ruas Antônio Gasparin e João Bonat, no bairro Novo Mundo, em Curitiba. Conforme a perícia, após a batida, o carro explodiu e arrastou a moto por 82 metros antes de parar completamente, em chamas. O motorista do automóvel, de 32 anos, ficou em estado de choque, mas conseguiu sair do veículo pela porta do passageiro e não se feriu.

Para a polícia, o motorista do carro relatou que havia acabado de deixar a esposa no trabalho e voltava para casa, por volta das 5h30, quando o piloto da moto teria furado a preferencial. A versão foi confirmada por uma testemunha, que viu o acidente.

“O motoqueiro furou a preferencial aqui, nós estávamos passando, nisso ele colidiu e começou a sair faísca porque foi arrastando a moto, foi saindo faísca, e logo eu sinalizei com o meu carro, eu desci do carro para bloquear porque estavam vindo outros carros e quando eu vi, estava pegando chamas já”, contou a testemunha, Márcio Aristeu Junior.

“Foi bem complicado, eu fiquei bem tenso na hora, não sabia o que fazer, sai correndo ali para acudir, ver se conseguia acudir o motoqueiro que veio a óbito, mas infelizmente não teve o que fazer”.

lamentou Márcio.

No vídeo impressionante, é possível ver o momento da explosão e, logo em seguida, o carro arrastando a moto e parando em meio às chamas e fumaça. Assista:

O motorista do carro foi ouvido pela polícia, realizou o teste do bafômetro, que deu resultado negativo para o consumo de bebidas alcoólicas, e liberado. Ele e o piloto da moto, que não resistiu aos ferimentos, estavam com as carteiras de habilitação regulares.