Segurança

Homem que fez adolescente refém em 2016 é executado a tiros em Londrina

Sérgio Mariano dos Santos manteve uma menina de 13 anos sob a mira de um revólver durante um assalto, em 2016. Neste sábado, ele tinha acabado de sair da cadeia quando foi assassinado.

Giselle
Giselle Ulbrich com informações da repórter Bruna Melo

11 de julho de 2021 - 10:46 - Atualizado em 11 de julho de 2021 - 10:47

“Famoso” por fazer uma menina de 13 anos refém sob uma arma, em 2016, em Londrina, no norte do Paraná, Sérgio Mariano dos Santos, 27 anos, foi executado a tiros na Avenida dos Pioneiros, na zona norte da cidade, na tarde de sábado (10). Ele pilotava uma moto e caiu do veículo ao levar os tiros.

Sérgio estava preso pelo crime que cometeu em 2016. Mas saiu da cadeia neste sábado mesmo, por ter conquistado o cumprimento de pena em regime semiaberto. Durante a tarde, quando passava de moto pela avenida, foi baleado. Ainda não há informações se o atirador estava na calçada, ou em algum outro veículo que passava por ele. Mas Sérgio perdeu o controle da direção e tombou na calçada. Na região, pessoas em comércios próximos ouviram quatro disparos.

Refém

Em 2016 Sérgio e um comparsa tentaram assaltar uma residência em Londrina. Uma adolescente de 13 anos estava na casa e tentou se esconder. Mas foi encontrada e feita refém pelos bandidos, quando eles notaram que a polícia já cercava o local.

Por duas horas, Sérgio manteve a jovem sob a mira de um revólver. Até que policiais militares realizaram a negociação e convenceram o assaltante a se entregar. A adolescente não foi ferida.

A autoria e motivação do assassinato de Sérgio, neste sábado, ainda são desconhecidos. A Delegacia de Homicídios de Londrina já iniciou investigações.

Relembre a negociação do assalto:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.