Segurança

Homem morre depois de consumir chá do Santo Daime

Polícia vai aguardar laudos, para saber se o óbito foi decorrente de intoxicação pelo chá ou coincidentemente por algum problema clínico

Giselle
Giselle Ulbrich com informações do repórter Lúcio André, RIC Record TV
Homem morre depois de consumir chá do Santo Daime
Foto: repórter Lúcio André

11 de junho de 2021 - 17:51 - Atualizado em 11 de junho de 2021 - 18:49

Hamilton Falar, 53 anos, morreu dentro de um centro espiritual de Balsa Nova, da região metropolitana de Curitiba, na madrugada desta sexta-feira (11), após tomar o chá do Santo Daime. A polícia vai investigar se o homem morreu por intoxicação com o chá, ou se teve algum problema de saúde coincidentemente logo após consumir o chá alucinógeno.

O caso ocorreu no Centro Espiritual do Renascer, que fica na Rua Dom Pedro II, região do São Caetano, em Balsa Nova. Conforme apuração do repórter Lúcio André, da RIC Record TV, pessoas costumam ir ao local por acreditar que o ritual as liberta do álcool, da depressão e das drogas, entre outros problemas. Hamilton queria se livrar do alcoolismo. Marcou a sessão e, ao iniciar o ritual no dia e hora marcados, tomou o chá oferecido.

As pessoas notaram que Hamilton começou a passar mal, caiu e já ficou imóvel, não fazia nenhum movimento. O líder espiritual Claudinei de imediato chamou uma ambulância e, quando os socorristas chegaram, já perceberam que o homem estava em óbito.

O delegado Haroldo Davison, da Polícia Civil, explicou que vai esperar o resultado da perícia, para saber qual foi o motivo da morte de Hamilton. Só depois é que vai decidir qual rumo dará a investigação, já que não é possível afirmar agora se o óbito foi decorrente de uma intoxicação pelo chá ou se foi uma coincidência e Hamilton morreu por algum problema clínico. A Polícia recolheu amostras do chá para análise.

Alucinógeno

O chá do Santo Daime é composto por uma mistura de plantas amazônicas e é o elemento central de rituais xamânicos herdados da cultura indígena. A celebração é feita com orações, rituais e danças. O chá alucinógeno era usado há milhares de anos pelos pajés de várias tribos de índios do Brasil, Perú e Equador. Com o passar dos anos, o costume se espalhou pelas grandes cidades.

Claudinei, o líder espiritual do Centro do Renascer, contou ao repórter Lúcio André que mais de nove mil pessoas já tomaram o chá com ele ali, nestes anos todos que está na região. Nunca ninguém passou mal e esta foi a primeira vez que algo semelhante ocorreu.

Familiares de Hamilton ficaram revoltados com a morte e pediram à polícia a investigação. Tanto eles, quanto o líder espiritual e pessoas que estavam no local deverão ser ouvidos na delegacia de Campo Largo, na semana que vem.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.