Segurança

Homem mente que teve R$ 8 mil roubados para ganhar tempo com agiotas

O indivíduo, de 29 anos, alegou estar sendo ameaçado de morte, assim como seus familiares, por estar devendo R$ 8 mil a agiotas

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Homem mente que teve R$ 8 mil roubados para ganhar tempo com agiotas
Foto: AEN

2 de julho de 2021 - 15:14 - Atualizado em 2 de julho de 2021 - 15:14

A Polícia Militar (PM) foi acionada por um pedestre que alegou ter sido vítima de um assalto com arma de fogo na manhã desta quinta-feira (1), em Apucarana, no norte do Paraná. O local do ocorrido fica na rua José Marchiori, no bairro Jardim Presidente Kennedy.

O homem disse que caminhava no local quando um homem magro, alto, que vestia moletom preto e portava uma arma de fogo deu voz de assalto. Ele teria levado a carteira com diversos cartões de banco, um celular e R$ 8 mil, dinheiro que a vítima disse ter acabado de sacar em uma agência bancária.

Segundo o boletim, durante a conversa com os policiais, o homem entrou em contradição várias vezes. Ele chegou a trocar o valor do dinheiro roubado, afirmando que não se lembrava da quantia. Suspeitando que havia algo de errado, a PM perguntou sobre a veracidade da história.

O homem, então, contou ter mentido sobre o assalto. Ele ainda disse estar desesperado porque estava sendo ameaçado por agiotas, de quem pegou R$ 3.500,00 emprestados, a uma taxa de 40% de juros a cada 15 dias. Segundo o indivíduo, o total da dívida estava em R$ 8 mil.

Ele disse ter fingido ser vítima de um assalto para conseguir um Boletim de Ocorrência com o mesmo valor que estava devendo, na tentativa de ganhar tempo com os agiotas. O homem foi levado até a delegacia de polícia para que as devidas providências fossem tomadas.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.