Segurança

Homem invade casa, luta com morador e morre após levar “mata-leão”, em Curitiba; vídeo

A suspeita é de que invasor tenha tido um surto psicótico após uso de entorpecentes

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Homem invade casa, luta com morador e morre após levar “mata-leão”, em Curitiba; vídeo
(Foto: Reprodução/Câmera de segurança)

14 de maio de 2021 - 14:09 - Atualizado em 14 de maio de 2021 - 14:46

Um homem, de 41 anos, invadiu uma residência no bairro Abranches, em Curitiba, na manhã desta sexta (14). Após luta corpo-a-corpo, um morador da casa imobilizou o invasor com um “mata-leão”. O indivíduo, que entrou na casa gritando “polícia, polícia”, acabou falecendo. Ainda não se sabe a causa da morte.

Os moradores estavam dormindo quando o suspeito derrubou o portão e entrou na residência junto com um cachorro. Quando os membros da família que moravam no local acordaram assustados, o homem já estava vagueando pela casa, afirmando que estava sendo perseguido. O dono da propriedade, percebendo que o indivíduo não estava armado, começou a lutar com o invasor. Segundo o homem, após ser imobilizado com um “mata-leão”, o invasor ficou desacordado.

As câmeras de segurança flagraram o momento em que o homem desce a rua, aparentemente atordoado, junto com o animal.

Outros moradores da rua Clara Kuchenny ouviram o barulho e contataram a Polícia Civil (PCPR), relatando que a casa vizinha estava sendo invadida. O SIATE também foi acionado, mas a vítima já estava sem sinais vitais.

De acordo com a polícia, o corpo do invasor foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e o dono da residência foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde foi ouvido e liberado. Em depoimento, ele afirmou que o suspeito morreu após ser imobilizado.

A PCPR segue apurando o caso e aguarda laudos complementares que irão apontar a causa da morte, podendo mostrar se foi em consequência da imobilização ou não.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.