Segurança

Golpistas tentam vender vacina da Covid-19 no Paraná, veja como se prevenir de golpes

Golpistas estão agindo por e-mail, ou até na porta da casa ds pessoas. Veja como não cair em golpe!

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações de Pedro Marconi

25 de março de 2021 - 21:51 - Atualizado em 25 de março de 2021 - 21:56

Golpistas estão se aproveitando da esperança das pessoas em tomar a vacina da Covid-19 logo para levar vantagem. Os bandidos vêm abordando as pessoas por e-mail, ou até mesmo pessoalmente, na casa das vítimas, na tentativa de roubar dados ou tomar o dinheiro. Um caso foi registrado na região de Londrina.

O alerta vem do delegado Edgard Soriani. Algumas pessoas vêm recebendo e-mails, com assuntos como “Quer tomar a vacina da Covid-19?”, ou mensagens parecidas. Curiosas, algumas pessoas abrem o e-mail e clicam em links no meio da mensagem. Acabam, na verdade, abrindo algum vírus, que tem o intuito de clonar dados pessoais do internauta. Os golpistas usam os dados para conseguir fazer cartões e compras diversas em nome da pessoa, por exemplo.

Mas o golpe não foi registrado somente na internet.  Em Cornélio Procópio, uma mulher recebeu a visita de supostos agentes de saúde na porta de sua casa, oferecendo a vacinação, desde que a pessoa tivesse dinheiro para pagar por ela. Desconfiada, a pessoa ligou à prefeitura local e constatou que era golpe.

O Congresso Nacional já até aprovou uma lei, permitindo que a rede privada possa comprar vacinas para oferecê-las à população de forma particular. No entanto, afirmou o secretário municipal de saúde de Londrina, no norte do Paraná, Felippe Machado, que na região não havia nenhuma clínica particular que já tivesse o produto. Portanto, trata-se de golpe. Por enquanto, a vacina só está sendo oferecida pelo poder público e de graça.

Assista à reportagem completa do jornalista Pedro Marconi, da RIC Record TV, e veja como evitar cair num golpe:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.