Segurança

GM recebe denúncia e faz buscas por suspeito de estuprar menina de 11 anos na RMC

Jailson foi preso na última terça-feira (29) suspeito de estuprar uma menina, de 11 anos, na frente dos irmãos de 4 e 5 anos, em Agudos do Sul, mas conseguiu fugir no dia seguinte

Daniela
Daniela Borsuk com informações da repórter Thais Travençoli, da Ric TV Record Curitiba

No final da manhã desta segunda-feira (5), a Guarda Municipal de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, foi acionada depois que moradores da área rural do município afirmaram terem visto um homem, com as mesmas características de Jailson Rodrigo Bastos de Lima escondido em uma escola abandonada. A equipe da GM faz buscas na região, mas até o momento, ninguém foi localizado.

Jailson foi preso na última terça-feira (29) suspeito de estuprar uma menina, de 11 anos, na frente dos irmãos de 4 e 5 anos, em Agudos do Sul, também na Região Metropolitana. O homem, conhecido como Ratinho, foi encaminhado para a delegacia de Fazenda Rio Grande, onde pediu para ir ao banheiro e fugiu por uma janela na quarta-feira (30). Desde então, as polícias Civil e Militar, e também a Guarda Municipal, procuram o suspeito, que pode estar ferido.

As equipes pedem ajuda da população. As denúncias e informações sobre a localização de Jailson podem ser repassadas para a GM, pelo 153 ou pelo WhatsApp, no (41) 9 8405-9016, para PM, no 190, e para a Polícia Civil, no 181 ou 197.

O crime

Jailson foi detido suspeito de invadir uma residência e estuprar uma menina de 11 anos na frente de seus irmãos. Ele teria aproveitado que a mãe das crianças saia de casa todos os dias para trabalhar, às 4h, e deixava os filhos dormindo até a chegada de uma cuidadora, às 8h.

Na sequência, conforme a polícia, o suspeito roubou cerca de R$ 400 em dinheiro, dois celulares, uma bicicleta e fugiu. Mas um familiar da criança flagrou ele deixando a casa e, com medo de que o pior tivesse acontecido, correu para encontrar os sobrinhos. 

“Eu encontrei a minha sobrinha chorando e relatando que o ‘Ratinho’ entrou pela janela com um facão e um simulacro de arma ameaçando ela e meu sobrinho. Foi no quarto dela com um facão, ameaçou ela de morte. Uma criança estava dormindomas a outra estava vendo tudo. Ele tentou chorar, gritar, mas o Ratinho ameaçou ele com o facão”.

relatou um tio, que não pode ser identificado para preservar a identidade da vítima.

Agora, conforme ele, familiares que vivem na mesma rua também precisam lidar com a culpa de não terem conseguido impedir o estupro da criança. “Nós estávamos planejando até colocar câmera. Eu coloquei na minha casa e ia ajudar ela [mãe das crianças] a colocar também, mas não deu tempo”, completou chorando. 

Antes de ser preso por estupro, Jailson já era um velho conhecido da polícia. Ele acumula vária passagens por crimes furto e roubo e até foi preso algumas vezes, mas sempre acabou solto novamente.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.