Segurança

Funcionário de shopping de Curitiba confessa homicídio 20 anos após crime

Homem foi preso nesta segunda-feira (23)

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV Curitiba
Funcionário de shopping de Curitiba confessa homicídio 20 anos após crime
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

24 de novembro de 2020 - 08:04 - Atualizado em 24 de novembro de 2020 - 08:04

Um funcionário de um shopping de Curitiba foi preso nesta segunda-feira (23) por um crime que cometeu há 20 anos. De acordo com a investigação da Polícia Civil, o homem estava foragido desde 2000, quando houve uma briga e um rapaz foi morto em um bar no bairro Sítio Cercado. Desde então, o autor dos disparos estava sendo procurado.

Após denúncias, nesta segunda-feira policiais do 10º Distrito Policial foram até um endereço em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. Entretanto no local os agentes receberam a informação que o homem procurado estava trabalhando em um shopping da capital. Ao chegar no estabelecimento, João Luis foi encontrado.

“Ele confessou, ele realmente falou tudo que aconteceu”, contou o delegado Henrique Lima. De acordo com informações da investigação, o foragido conseguiu uma adulteração no documento de identidade e trabalhava no setor de manutenção do shopping há 13 anos.

Em 2000, João Luiz teria discutido com outro rapaz em um bar e conseguido desarmá-lo. Na sequência ele disparou várias vezes e fugiu. A vítima não resistiu.

Ainda nesta segunda-feira o homem foi encaminhado para penitenciária onde cumprirá a pena.

Shopping emite nota

Após tomar ciência dos fatos, o shopping emitiu uma nota:

O shopping lamenta o ocorrido e reitera sua preocupação com o bem-estar e a segurança de todos os clientes e colaboradores.
O empreendimento acompanha o desdobramento do caso e informa que já se colocou à disposição das autoridades para o completo esclarecimentos dos fatos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.