Segurança

Filho confessa que matou os pais a machadadas, por ter descoberto que foi “sequestrado”

O preso afirmou que matou a mãe a golpes de machado e surpreendeu o pai, quando estava chegando do trabalho

Aline
Aline Cristina / Repórter
Filho confessa que matou os pais a machadadas, por ter descoberto que foi “sequestrado”
(Foto: Rádio Itapuã)

17 de setembro de 2021 - 12:11 - Atualizado em 17 de setembro de 2021 - 12:14

O filho apontado como autor do duplo homicídio dos pais, Rogério Bonesi de Souza, de 56 anos, e Mariza Terezinha de Souza, de 52 anos, confessou o crime, em depoimento realizado na Delegacia de Pato Branco, município onde a família morava, no Sudoeste do Paraná.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Helder Lauria, durante o depoimento o jovem deu detalhes de como o crime aconteceu. O preso afirmou que matou a mãe a golpes de machado e surpreendeu o pai, quando estava chegando do trabalho. Rogério também foi morto a machadadas. Depois de matar os pais, o rapaz lavou o machado e fugiu. O crime aconteceu no dia 26 de agosto, no entanto os corpos foram localizados no dia 1° de setembro.

A motivação do crime, apontada pelo autor, é totalmente fantasiosa, segundo afirma o delegado.

“ Ele criou uma história fantasiosa, totalmente fora da realidade. Segundo o filho, ele teria sido sequestrado pelo casal, ainda quando era criança e que o casal dava remédios e drogas para ele. Após descobrir, há cerca de um ano e meio o fato, ele começou a ter confronto com os pais, que terminou com o duplo assassinato.”

Helder Lauria – Delegado de Pato Branco

Sobre o caso

Após os corpos serem encontrados, a polícia iniciou as investigações, e o filho apontado como principal autor. Diante da situação, um mandado de prisão preventiva foi expedido, e o homem foi preso por policiais militares na cidade de Prudentópolis, cidade que fica a cerca de 250 quilômetros de onde aconteceu o crime.

“ Após o depoimento, ele continua preso preventivamente, nós estamos terminando o inquérito para mandar a justiça.”

Helder Lauria – Delegado de Pato Branco