Segurança

Família procura por jovem que desapareceu após brigar com o marido

Ana Paula Proença Almeida sumiu há uma semana e a família desconfia do companheiro

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Nader Khalil da RIC Record TV, Curitiba
Família procura por jovem que desapareceu após brigar com o marido
Foto: Reprodução/RIC Record TV

28 de dezembro de 2020 - 15:57 - Atualizado em 28 de dezembro de 2020 - 15:58

A Polícia Civil trabalha para esclarecer o desaparecimento de Ana Paula Proença Almeida, de 25 anos. A jovem sumiu na última segunda-feira (21) depois de ter brigado com o marido na residência do casal no bairro Nações, em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba.

Em depoimento, o marido de Ana Paula declarou que os dois brigaram na noite de domingo (20), que a companheira saiu para trabalhar na manhã seguinte e não retornou no final do dia. 

No entanto, os familiares da jovem não acreditam na versão do homem, pois uma câmera de monitoramento que fica em frente à casa do casal não registrou a mulher deixando o local em nenhum momento. Além disso, um vizinho que costumava vê-la todas as manhãs afirmou que Ana Paula não deixou a residência na segunda cedo. 

“Diz que eles tiveram uma briga e os vizinhos escutaram: ‘Socorro’ e que o […], que é o filhinho deles começou a gritar. Aí, ‘aquetou’ tudo e os vizinhos não se preocuparam. Só que no outro dia, minha filha sempre saí de casa às 6h30 e vai atrás do vizinho para não ir sozinha até o ponto de ônibus. Só que na segunda não foi”, explicou a mãe de Ana Paula, Cleonice Proença. 

A mãe também conta que durante as investigações, a polícia descobriu que no sábado (19), antes do sumiço de Ana Paula, seu marido havia dormido com a amante em um motel. O que pode ter motivado a briga entre o casal. A mulher já prestou depoimento na delegacia de Fazenda Rio Grande e confirmou o relacionamento com o marido da jovem desaparecida. 

Outro fator que chamou a atenção dos parentes de Ana Paula é o fato de ela ter “abandonado” o filho de dois anos e não ter avisado a família sobre a decisão de deixar a casa em que vivia com o marido. 

“Ela nunca fez isso, ela jamais iria fazer isso comigo e com o filho dela”, disse Cleonice.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.