Segurança

Falha nos freios de ônibus pode ter causado acidente na BR-376, em Guaratuba

O acidente deixou pelo menos 19 mortos e cerca de 31 feridos na manhã desta quarta-feira (25) na Serra do Mar

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com reportagem de Adriana Lopes da Ric Record TV, Curitiba
Falha nos freios de ônibus pode ter causado acidente na BR-376, em Guaratuba
(FOTO: DIVULGAÇÃO/ PRF)

25 de janeiro de 2021 - 16:14 - Atualizado em 25 de janeiro de 2021 - 17:47

O grave acidente com um ônibus na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, que deixou 19 pessoas mortas na manhã desta segunda-feira (25) pode ter sido causado por uma falha nos freios do veículo. 

De acordo com o delegado Cristiano Quintas, responsável pelo caso, o motorista que conduzia o ônibus no momento da colisão declarou, durante depoimento, que o freio não estava funcionando.  

“Ouvi em depoimento um dos motoristas e ele acabou relatando que em uma das curvas, ele notou uma falha nos freios e quando percebeu que o freio não estava mais funcionando, já era tarde demais, já havia passado do ponto de contenção e ele não pôde fazer praticamente nada. Ele acabou derrapando o ônibus, onde acabou virando, bateu no guard rail e acabou caindo no despenhadeiro que tem ali próximo”, explicou o delegado. 

Quintas ainda pontuou que o condutor disse ser a terceira vez que fazia a viagem, entre Belém e Ananindeua, no Pará, e Balneário Camboriú, em Santa Catarina, com o ônibus de turismo.

Ônibus sofre acidente na Serra do Mar

A colisão ocorreu por volta das 8h30 quando o ônibus de turismo descia a Serra do Mar, em direção a Santa Catarina, no km 668. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo saiu da pista, colidiu contra a mureta de proteção e tombou às margens da rodovia

Dezenove pessoas morreram no acidente com o ônibus de turismo na Serra do Mar. (Foto: Divulgação/PRF)

As vítimas foram socorridas por equipes dos Corpos de Bombeiros do Paraná e Santa Catarina. Ainda conforme a PRF, as pessoas em estado grave foram transferidas de helicóptero para o Hospital São José, em Joinville e Hospital Cajuru, em Curitiba, enquanto os feridos leves foram encaminhados para hospitais de Garuva e Joinville, ambos municípios catarinenses.

A BR-376 foi totalmente liberada por volta das 15h.

Todas as vítimas fatais foram encaminhadas para o Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba.

Conforme o último relatório do Corpo de Bombeiros, 53 passageiros e os dois motoristas viajavam no veículo.

Empresa de turismo se manifesta

No início da tarde, a empresa de turismo TC Pires da Cruz, com sede em Ananindeua, no Pará, emitiu uma nota de esclarecimento sobre o acidente com o ônibus de sua frota.

Segundo a companhia, o veículo foi fretado por uma pessoa que também estava no acidente e, segundo informado por ele anteriormente, 50 pessoas estavam no ônibus que saiu na última sexta-feira (22) do Pará. Leia a nota na íntegra:

“Nota de Esclarecimento 

Belém, 25 de janeiro de 2021

A empresa de turismo TC Pires da Cruz, com sede em Ananindeua- PA, vem informar  a todos, que hoje segunda-feira (25), por volta das 09h recebeu a notícia sobre um acidente com o ônibus da empresa, na cidade de Guaratuba no Paraná.

Ainda não se sabe as causas do acidente e nem o número real de óbitos e feridos. 

O responsável pela TC Turismo está a caminho do local do acidente para prestar auxílio às vítimas.

O ônibus que saiu de Belém na sexta-feira (22) às 18h com destino à Santa Catarina, foi fretado por uma terceira pessoa, responsável pelo grupo, que também estava no ônibus que capotou.

De acordo com a lista de passageiros fornecida pelo contratante da viagem, haviam 50 pessoas a bordo do ônibus.

A empresa está providenciando um meio de comunicação para prestar informações aos familiares.

A TC Pires da Cruz informa que prestará todo apoio necessário às vítimas e familiares e não medirá esforços para amenizar a dor de cada um dos paraenses envolvidos no acidente, assim como a dos seus entes queridos, neste momento tão difícil para todos“.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.