Segurança

Prefeitura de Cascavel esclarece que explosão em cooperativa não sobrecarregou sistema de saúde

Ambulâncias de empresas privadas também auxiliaram no atendimento das vítimas

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Prefeitura de Cascavel esclarece que explosão em cooperativa não sobrecarregou sistema de saúde
(FOTO: REPRODUÇÃO)

12 de março de 2021 - 07:32 - Atualizado em 12 de março de 2021 - 07:32

A Prefeitura de Cascavel emitiu uma nota no final da noite desta quinta-feira (11) sobre a explosão em uma cooperativa, que atingiu mais de 30 funcionários. De acordo com informações, todas as vítimas foram encaminhadas para Pronto Atendimentos e hospitais.

Ambulâncias de empresas privadas também auxiliaram no atendimento das vítimas. Apesar do produto tóxico causar irritação, nenhuma vítima corre risco de morte e a maioria já recebeu alta do atendimento médico.

Confira a nota da prefeitura:

O acidente com gás tóxico em uma cooperativa de Cascavel está sob controle. O trabalho conjunto entre Samu, Corpo de Bombeiros e a toda a estrutura da Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel garantiu fluxo de atendimento médico sem sobrecarregar o sistema. Ambulâncias de empresas privadas também auxiliaram no socorro às vítimas.
As equipes encaminharam mais de 30 pessoas intoxicadas para Unidades de Pronto Atendimento e hospitais. O secretário de Saúde, Miroslau Bailak, auxiliou no atendimento às vítimas.

Explosão em Cascavel

explosão de uma bombona de 20litros de ácido peracético atingiu 31 funcionários da Cooperativa Lar, em Cascavel, por volta das 21h desta quinta-feira (11). Pelo menos 15 funcionários tiveram irritações mais graves e precisaram de atendimento urgente, mas sem risco de grave intoxicação e morte. A cooperativa fica na região norte de Cascavel, no oeste do Paraná.

Conforme o Corpo de Bombeiros, pelo menos 15 funcionários foram levados num ônibus dos bombeiros à UPA, por irritação e tosse. Mais 12 também foram levados à UPA para atendimento, mas sem sintomas graves. E outros 4 foram levados a hospitais por precaução, pois também inalaram o produto, cujo cheiro lembra vinagre.

Ainda é desconhecida a causa da explosão da bombona, que continha 20 litros do produto. O ácido peracético é usado na desinfecção de caixas plásticas, facas e demais utensílios usados na cooperativa agroindustrial.