Segurança

“Eu apavorei e fui embora”: motorista que causou acidente com morte de criança dá entrevista

O motorista contou que quando viu o carro conduzido pela mãe de Nikollas, Adriana Souza, tentou frear, mas não conseguiu parar a tempo

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Mariana Braga, da RIC Record TV Curitiba
“Eu apavorei e fui embora”: motorista que causou acidente com morte de criança dá entrevista
(Foto: Reprodução/ RIC Record TV Curitiba)

7 de junho de 2021 - 14:10 - Atualizado em 7 de junho de 2021 - 14:10

Clebson Mendes Pedroza, de 38 anos, se apresentou para a Polícia Civil no último sábado (5), e deu entrevista para a imprensa falando sobre o motivo de ter fugido do local do acidente que matou Nikollas Rodrigues de Sousa, de 8 anos, sem prestar socorro. A colisão foi registrada na BR-277, no bairro Uberaba, em Curitiba, no dia 2 de maio.

O motorista contou que quando viu o carro conduzido pela mãe de Nikollas, Adriana Souza, tentou frear, mas não conseguiu parar a tempo. “Eu estava na velocidade da pista e ela ‘tava’ vindo na pista da direita, entre dois carros, aí ela entrou na frente, eu freei, mas não deu, aí eu bati na traseira dela, ela descontrolou e capotou”, disse Clebson.

Ao ser questionado sobre o motivo de ter deixado o local sem prestar socorro, o motorista afirmou que ficou assustado.

“Eu fiquei desesperado, aí começaram a cercar o carro, tinha um motoqueiro, entrou na frente, começou a gesticular, eles estavam tudo me xingando, eu apavorei e fui embora”.

Contou Clebson.

Ainda durante a entrevista, Clebson pediu perdão à família de Nikollas. “Eu sou pai de família, eu tenho um filho de um ano e 10 meses, eu sinto muito pela família, eu peço perdão para a família, queria muito consertar isso, mas não dá para consertar, acabou a minha vida também”, relatou ele.

Segundo informações apuradas pela RIC Record TV, Clebson Mendes Pedroza, de 38 anos, declarou em depoimento que estava indo socorrer familiares quando se envolveu na colisão. Ele afirma que um primo havia morrido de covid-19 e seu tio tirado a própria vida por não se conformar com a perda. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.