Segurança

Entenda como Jailson Ratinho escapou do banheiro da delegacia

De acordo com as informações apuradas, toda a situação começou devido o tipo de crime cometido por Jailson não ser aceito por outros presos, o que o impede de dividir a mesma cela com os demais

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações da RIC Record TV
Entenda como Jailson Ratinho escapou do banheiro da delegacia
Entenda como Jailson Ratinho escapou do banheiro da delegacia (Foto: Reprodução/Grupo RIC)

2 de julho de 2021 - 21:50 - Atualizado em 13 de julho de 2021 - 11:26

Após invadir uma residência e estuprar uma menina de 11 anos, Jailson Ratinho foi encaminhado a uma Delegacia de Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba, onde conseguiu escapar pela janela do banheiro no dia seguinte a prisão e se mantem foragido até o momento.

Tendo gerado diversos questionamentos sobre a falta de uma segurança mais reforçada na Delegacia onde o criminoso era mantido, o Balanço Geral de Curitiba foi até o local, entender como tudo havia acontecido.

De acordo com as informações apuradas, toda a situação começou devido o tipo de crime cometido por Jailson não ser aceito por outros presos, o que o impediu de dividir a mesma cela com os demais. Diante deste risco, os agentes o mantiveram em uma cela exclusiva que diferente das demais, não possui banheiro.

Com esta falta, Jailson teria pedido para ir ao banheiro. Sendo um direito do criminoso, um agente o acompanhou até o local, onde ele se trancou em um box. Ao entender que a situação se tratava de uma necessidade fisiológica, o agente responsável, se retirou do banheiro e deixou-o sozinho.

Notando a demora de Jailson, o agente tentou entrar no local, quando percebeu que a porta havia sido trancada por dentro. Após os policiais arrombarem a porta, notaram que o criminoso tinha pulado pela janela do banheiro.

Jailson está ferido

Após ter se apoiado na janela, que não tem proteção, Jailson Ratinho saiu em direção ao pátio de veículos apreendidos, que fica do lado de trás da Delegacia. Ao passar pelas motocicletas, ele escalou o muro de mais de três metros de altura. Sendo todo cercado por arame farpado, Jailson utilizou uma blusa sobre o objeto e pulou. Mesmo ferido, Jailson conseguiu escapar.

Até o momento, o criminoso não foi localizado.

“Nesse momento é crucial o apoio da população. Temos vários policiais na busca dessa pessoa. Policia Militar, Guarda Municipal, agentes da Policia Civil, todos os investigadores estão imbuídos na tentativa de recapturar esse criminoso”,

informa o delegado Ademair Braga.

Agente sendo apurado

Segundo a Polícia Civil, o caso ocorreu diante da falta de um local adequado para mante-lo separado dos demais presos.

“Era um local de aprisionamento provisório, ate mesmo porque a transferência da pessoa já havia sido autorizada pelo departamento penitenciário”,

explica o Delegado.

Apesar de entenderem que o agente responsável por Jailson cumpriu com um direito que era do previsto ao criminoso, de acordo com a PC, foi aberto uma apuração administrativa para entender o que realmente foi de responsabilidade do profissional.

“Precisamos lembrar de que nós estamos diante de um momento que a pessoa tem a sua dignidade, tem seu direito de usar um banheiro. Ou seja, por mais que tenhamos tomando cuidado e ele tenha ocorrido. Nós preservamos o direito dessa pessoa encarcerada. Com todos os crimes, ainda essa é a lei que temos que seguir”,

argumenta Ademair Braga.

Sobre Jailson

De acordo com a Polícia Civil de Agudos do Sul, Jailson Ratinho já é um criminoso conhecido da região. Carregando consigo uma ficha criminal extensa, a gravidade dos crimes foram evoluindo com o passar dos anos

“Quando chegamos aqui há dois anos representamos pela prisão preventiva dessa pessoa. Ele foi preso em algumas oportunidade e foi liberado. A partir disso, ele mudou para uma criminalidade mais violenta, passou a impor mais violência, até que por fim, começou a praticar esse crime hediondo que é o crime de estupro”,

explica o Delegado.

Assista a reportagem:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.