Segurança

Enteado é o principal suspeito de incendiar casa e esconder corpo do padrasto em Terra Rica

Investigações apontam que enteado ligou para os bombeiros mas não informou que padrasto estava na casa em chamas

Gabriel
Gabriel Trevisan
Enteado é o principal suspeito de incendiar casa e esconder corpo do padrasto em Terra Rica
Foto: Polícia Civil

27 de agosto de 2020 - 16:58 - Atualizado em 27 de agosto de 2020 - 16:58

Após três dias de um incêndio registrado em Terra Rica na última sexta-feira (21), o corpo de um homem, de 59 anos, foi encontrado carbonizado pela Polícia Civil. Com o corpo encontrado, as investigações continuaram, chegando ao enteado, de 28 anos, como principal suspeita do crime.

Segundo a polícia, o próprio jovem teria colocado fogo na casa do padrasto. Testemunhas relatam que em momentos antes do incêndio o jovem teria brigado com o homem, não sabendo se a briga matou o padrasto ou apenas o deixou inconsciente.

Depois da briga o rapaz teria colocado fogo no quarto onde o padrasto estava e chamou ajuda dos bombeiros, mas em momento algum da ligação avisou que teria alguma pessoa na casa.

Após o incêndio ter queimado o padrasto, a polícia acredita que o enteado teria escondido o corpo em um monte de entulho, continuando a dormir no quarto ao lado por quatro dias.

A companheira da vítima relatou a polícia que pensava que o homem estava em algum hospital da região, e que chegou a procurar pelo companheiro em quatro deles.

O enteado ainda não foi preso preventivamente pois o corpo só foi encontrado três dias depois, sendo assim não teve flagrante para prisão. A polícia acredita que como o caso já foi para o judiciário, em breve deve ser expedido um mandado de prisão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.