Segurança

Mulher é encontrada morta ao lado de pacote de presentes na Grande Curitiba

Juliana Malacarne tinha dois filhos; o ex-marido é o principal suspeito pelo crime

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Nader Khalil da RIC Record TV, Curitiba
Mulher é encontrada morta ao lado de pacote de presentes na Grande Curitiba
Foto: Reprodução/RIC Record TV

12 de outubro de 2020 - 13:01 - Atualizado em 12 de outubro de 2020 - 13:01

Uma mulher de 24 anos foi encontrada morta na Colônia Murici, em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, na manhã desta segunda-feira (12). A poucos metros do corpo, o assassino jogou a bolsa de Juliana Malacarne e um pacote de presentes para uma criança. 

O ex-marido de Juliana, com quem ela teve dois filhos, é o principal suspeito pelo crime. Existem mais de dez boletim de ocorrência por violência doméstica registrados contra o homem. Ele está sendo interrogado pela Polícia Civil. 

De acordo com uma testemunha, Juliana era constante ameaçada pelo ex-companheiro e, por isso, seu pai costumava buscá-la todos os dia no posto de combustíveis onde ela trabalhava, por volta das 23h. No entanto, na noite deste domingo (11), antes do pai chegar ao trabalho da filha, dois homens foram até o local e obrigaram a vítima a entrar em veículo. 

Os ferimentos no corpo de Juliana apontam que ela pode ter sido morta a pedradas antes de ser abandonada às margens do rio Miringuava. 

“Ele matou a minha filha porque ele ameaçou, não foi uma vez, foram várias vezes. Eles tem que pagar por esse crime. Eles brigavam muito e ele só ameaçava, minha filha parou de apanhar depois que foi morar como minha vizinha, porque eu não deixei mais. Minha filha passava fome porque ele não comprava um quilo de arroz. Faz dois meses que ela não deixou mais ele entrar dentro de casa, por isso, ele fez isso com ela”, desabafou  a mãe de Juliana. 

Ainda conforme a genitora, o ex-genro passou inúmeras vezes em frente à residência de Juliana durante a tarde deste domingo.