Segurança

Em quatro dias, fiscalização fecha 15 comércios e orienta 652 pessoas que estavam em aglomerações

O balanço de Curitiba compreende o período de quinta-feira (15) a domingo (18)

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da Agência de Notícias do Paraná
Em quatro dias, fiscalização fecha 15 comércios e orienta 652 pessoas que estavam em aglomerações
(Foto: SESP/PR)

20 de abril de 2021 - 08:08 - Atualizado em 20 de abril de 2021 - 08:08

As últimas operações da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) voltadas ao cumprimento das medidas sanitárias de prevenção ao coronavírus na Capital resultaram em 28 estabelecimentos comerciais fiscalizados e, destes, 15 fechados. Quatro pessoas foram conduzidas para lavratura de Termo Circunstanciado e mais de 600 foram flagradas pelas equipes policiais em locais de comércio. O balanço compreende o período de quinta-feira (15) a domingo (18).

As abordagens da AIFU ocorreram nos bairros Centro, Novo Mundo, Portão, Guaíra, Sítio Cercado, Alto Boqueirão, Boqueirão, Umbará, Água Verde, Rebouças, Batel, Hugo Lange, Tarumã, Ganchinho, Cristo Rei, Alto da Rua XV, Centro Cívico, Cidade Industrial de Curitiba, Pilarzinho, São Lourenço e São Francisco. Os trabalhos envolveram agentes de secretarias municipais, policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e guardas municipais.

Uma das ocorrências atendidas foi uma festa clandestina numa chácara no bairro Ganchinho, na madrugada de domingo. As equipes conseguiram chegar ao local antes do início do evento e flagraram uma fila de cerca de 50 pessoas. Todas foram orientadas e dispersadas pelas equipes.

A responsável pela organização do evento, de 37 anos, acabou encaminhada para assinar o Termo Circunstanciado por infração de medida sanitária e por desacato aos policiais militares. Ela recebeu uma multa da prefeitura de R$ 100 mil. Um homem, de 29 anos, que teria sido o intermediador da locação do espaço para a festa, também foi levado para assinatura do Termo Circunstanciado.

Outra abordagem, no bairro Novo Mundo, flagrou um estabelecimento comercial de atividade não-essencial aberto por volta de 20h45 de sexta-feira (16). Durante a abordagem, os policiais encontraram 64 essências de narguilé importadas sem documentação fiscal. O material foi apreendido e encaminhado à Receita Federal.

Nos quatro dias de ação, as equipes lavraram 33 autuações administrativas e abordaram 75 pessoas suspeitas, sendo que quatro acabaram encaminhadas para Termo Circunstanciado (duas por infringir medida sanitária e outras duas por desacato).

Nos 28 pontos fiscalizados, 652 pessoas foram encontradas e orientadas pelos agentes públicos. Também houve fiscalizações do trânsito urbano nas imediações dos pontos. Trinta e cinco veículos foram abordados, 15 autos de infração lavrados e três veículos recolhidos por irregularidades.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.