Segurança

Dono de posto é morto após discussão com vigilante de escolta armada

Desentendimento aconteceu após uma pequena colisão entre um ônibus e um caminhão no estacionamento do posto de combustível

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV Curitiba
Dono de posto é morto após discussão com vigilante de escolta armada
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

19 de novembro de 2020 - 08:09 - Atualizado em 19 de novembro de 2020 - 08:09

Um empresário, dono de um posto de combustível em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, morreu na noite desta quarta-feira (18) após ser baleado no estacionamento do próprio posto. O autor do disparo foi identificado por testemunhas e encaminhado pela Guarda Municipal a delegacia da cidade. O suspeito seria um vigilante que fazia a escolta armada de um ônibus de turismo.

De acordo com testemunhas a discussão começou após um ônibus bater, de maneira leve, em um caminhão baú que estava estacionado no local. Após a colisão, o tráfego no local teria sido bloqueado e o proprietário do posto foi pedir para que os motoristas liberassem a passagem.

Neste momento, um vigilante, que fazia a escolta armada do ônibus, sacou uma arma e disparou contra o empresário. Para a Guarda Municipal, o vigilante relatou que agiu em legítima defesa, pois o proprietário do local teria tentado pegar sua arma.

O dono do estabelecimento, que fica na BR-116, ficou caído no chão inconsciente e logo foi encaminhado por amigos ao Hospital Angelina Caron. Entretanto, não resistiu aos ferimentos.

Os profissionais da escolta armada permaneceram no posto de combustível e o vigilante identificado como autor do disparo foi encaminhado a delegacia para prestar depoimentos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.