Segurança

Depois de um ano do caso, homem é preso pelo homicídio de Fátima Aparecida, na zona sul de Londrina

Ele estava com um mandado de prisão em aberto; Luiz Carlos Ribeiro responde por homicídio qualificado

Bruna
Bruna Melo / Repórter com informações de Lais Cardoso, da RIC Record TV Londrina
Depois de um ano do caso, homem é preso pelo homicídio de Fátima Aparecida, na zona sul de Londrina
Foto: Arquivo/RIC Record TV Londrina

7 de julho de 2021 - 10:46 - Atualizado em 7 de julho de 2021 - 10:48

Na tarde desta terça-feira (6), Luiz Carlos Ribeiro, de 56 anos, foi preso pelo homicídio de Fátima Aparecida. Ela foi morta a facadas em fevereiro de 2020, na rodovia João Alves da Rocha Loures, zona sul de Londrina.

Além das facadas, Fátima, que na época tinha 43 anos, também teve a cabeça batida contra uma pedra. As investigações mostraram que ela foi morta perto do barracão de reciclagem em que trabalhava. Na mesma região, acontecia um bingo na noite da ocorrência, local onde os dois estariam.

Luiz Carlos responde por homicídio qualificado. Haviam suspeitas de que o crime poderia ser feminicídio, mas não houve comprovação de relações amorosas entre os dois ou ódio ao sexo feminino.

Uma mulher foi presa, em maio de 2020. Ela seria a namorada de Luiz, na ocasião. Entretanto, ela negou envolvimento com o caso. Ela recebeu alvará de soltura.

O acusado foi preso após denúncia anônima sobre o seu endereço. Ele estava no Jardim Perobal, também na zona sul da cidade. O mandado de prisão estava em aberto.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.