Segurança

Depois de baleado, rapaz agoniza agarrado à grama até a morte em Araucária

Agarrado a grama, rapaz agonizou até a morte na região rural de Araucária

Giselle
Giselle Ulbrich com informações do repórter Lúcio André

27 de abril de 2021 - 20:19 - Atualizado em 27 de abril de 2021 - 20:19

Um jovem aparentando cerca de 20 anos foi executado a tiros num matagal da região do Taquarova, área rural de Araucária – município da região metropolitana de Curitiba – na madrugada desta terça-feira (27). A perícia constatou que os momentos de agonia do rapaz, antes de morrer, foram ali mesmo onde ele foi encontrado, agarrado ao gramado à beira do mato.

Conforme o perito criminal Edmar Cunico, a posição que o corpo estava indica uma execução pelas costas. A vítima foi colocada de joelhos e recebeu os tiros na parte de trás do corpo, costas e cabeça. Nisto, o jovem caiu de frente com o chão. O crime deve ter ocorrido pela madrugada. O corpo foi encontrado na tarde desta terça por moradores locais que passavam pela beira do matagal.

Como o perito não encontrou nenhuma cápsula ou projétil no chão, ele acredita que o rapaz possa ter sido executado com tiros de revólver. Mas só o exame de necropsia no IML irá confirmar qual tipo de arma foi usada na execução do jovem.

Sofrimento e agonia

Ainda segundo o perito, uma situação curiosa indica que o rapaz foi agonizou até a morte ali mesmo onde recebeu os tiros. “Quando a vítima está agonizando, ela fecha a mão com força. E ele estava agarrado à grama. Isso mostra que ele agonizou até a morte ali mesmo”, explicou o Cunico.

O rapaz não carregava nenhum documento de identificação consigo. Ele tinha as costas inteiras tatuadas, além de uma flor tatuada no braço esquerdo. Também usava um brinco na orelha esquerda e aparelho nos dentes.

Veja o local do crime na reportagem de Lúcio André:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.