Segurança

Defesa Social impede ocupação irregular em área pública de Londrina

No local, um homem foi preso em flagrante por crime ambiental

André
André Justus com informações N.Com
Defesa Social impede ocupação irregular em área pública de Londrina
Foto: Divulgação/N.Com/Bruno Amaral

31 de julho de 2020 - 19:22 - Atualizado em 31 de julho de 2020 - 19:24

A Secretaria Municipal de Defesa Social, através da Guarda Municipal de Londrina, atendeu uma denúncia anônima, na última quinta-feira (30), sobre uma ocupação irregular em uma área de preservação ambiental de 42.495m² no conjunto União da Vitória II, zona sul da cidade. De acordo com a denúncia recebida pela central da GM, seis pessoas estariam perfurando o solo para realizar a construção de moradia.

Equipes de patrulhamento preventivo da instituição foram enviadas ao local e conseguiram abordar em fragrante um homem suspeito de ter iniciado a construção. O rapaz de 25 anos assumiu a autoria e alegou aos guardas que está passando por dificuldades e que pretendia abrigar sua família no espaço. O responsável pelo uso irregular do terreno público foi encaminhado em flagrante para a delegacia de plantão.

Londrina Defesa Social
Foto: Divulgação/N.Com/Bruno Amaral

De acordo com o inspetor na maioria das vezes foram constatadas que nessas invasões as casas são construídas de forma precária, com risco de desabamento e com sérios riscos para a segurança da própria família que ocupa de forma irregular o solo urbano.  A Guarda Municipal frisa que tais atos são crimes com tipificação na lei de crimes ambientais 9605/98, ficando passível o infrator de encaminhamento em flagrante delito para autoridade policial. “Está passível também a apreensão de máquinas, veículos e materiais de construção”, frisou o inspetor da Guarda Municipal, Eliel Costa.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!