Segurança

Após trocar fotos íntimas e fazer ameaças contra jovem, homem é o primeiro preso por cyberstalking no Paraná

O suspeito estaria usando as imagens para ameaçar e perseguir a vítima

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil do Paraná
Após trocar fotos íntimas e fazer ameaças contra jovem, homem é o primeiro preso por cyberstalking no Paraná
(Foto: Fábio Dias/PCPR)

3 de abril de 2021 - 11:26 - Atualizado em 3 de abril de 2021 - 11:26

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu em flagrante um homem, de 39 anos, suspeito de cyberstalking, o crime consiste em perseguir alguém por qualquer meio e entrou em vigor na quarta-feira (31). A prisão ocorreu nesta sexta-feira (2), em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba e foi a primeira no Estado, desde o sancionamento da lei. 

A PCPR chegou ao suspeito após uma denúncia da vítima. A mulher, de 26, conheceu o suspeito no final de 2019, através de um grupo de mensagens. Em 2021, os dois teriam trocado fotos íntimas e o suspeito estaria usando as imagens para ameaçar e perseguir a vítima. 

De acordo com as investigações, o indivíduo passou a exigir que a mulher mantivesse conversas com ele e que tivessem um encontro para terem relações sexuais. Durante a ação, a PCPR ainda apreendeu o celular do suspeito. Ele foi preso em flagrante e encaminhado à carceragem do Centro de Triagem. 

A Lei incluiu no Código Penal o crime de perseguição, o ato consiste em perseguir alguém, restringindo a capacidade de locomoção, invadindo e perturbando a esfera de liberdade ou privacidade.  

O indivíduo que comete este crime pode ter reclusão de 6 meses a 2 anos, podendo chegar a 3 anos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.