Segurança

CRM-PR solidariza-se com médica que sofreu tentativa de sequestro na Região Metropolitana de Curitiba

Médica de Fazenda Rio Grande foi abordada ao chegar ao trabalho; suposto paciente, suspeito foi preso ainda nesta quarta-feira

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do CRM-PR
CRM-PR solidariza-se com médica que sofreu tentativa de sequestro na Região Metropolitana de Curitiba
(Foto: Reprodução/RIC)

19 de novembro de 2020 - 18:35 - Atualizado em 19 de novembro de 2020 - 18:35

O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) solidariza-se com a médica que sofreu tentativa de sequestro e homicídio nesta quarta-feira (19), ao chegar à unidade de saúde em que trabalha, em Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba.

Após rápida ação da Polícia Civil e Militar, o suspeito, um suposto paciente, foi identificado e preso no mesmo dia do ocorrido.

O Conselho do Paraná informa que entrou em contato com a profissional e que o Setor Jurídico da autarquia foi acionado para acompanhar o inquérito policial. Importante destacar que houve relato de outros profissionais de saúde sobre atentado ou agressão na mesma unidade de saúde. 

“O CRM-PR congratula os órgãos policiais pela pronta resposta e manifesta veemente repúdio a tais atos de violência, reiterando que a segurança dos profissionais de saúde é tema de grande preocupação deste Conselho. Neste sentido, em 12 de novembro de 2020, o CRM-PR realizou evento online sobre prevenção do sequestro de médicos. Também constituiu comissão interna de prevenção à violência contra médicos”. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.