Segurança

“Achei que ia ver Deus”, diz criança atacada por cachorro no Paraná

Apesar da gravidade dos ferimentos causados durante o ataque do cão, o menino de 6 anos não corre risco de morte

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com reportagem de Wiliam Bittar da RIC Record TV, Curitiba
“Achei que ia ver Deus”, diz criança atacada por cachorro no Paraná
Foto: Montagem/RIC Mais

30 de setembro de 2020 - 16:21 - Atualizado em 30 de setembro de 2020 - 16:34

O pequeno Nikolas Perez, de 6 anos, ficou em estado grave após ser atacado por um cachorro na cidade de Cantagalo, no interior do Paraná, no último final de semana. Com vários ferimentos na cabeça e com o maxilar quebrado, ele precisou ser encaminhado a um hospital de Curitiba para receber o tratamento adequado.

De acordo com Rogério Perez, o filho estava brincando quando o animal de estimação dos primos o atacou

“Ele estava brincando com os priminhos e o cachorro do nada pulou nele, agarrou nele. A gente estava do lado, na casa, e correu para socorrer ele. Nós estávamos em três adultos para conseguir tirar o cachorro de cima dele”, contou Perez.

O pai do menino atacado pelo cão também declarou que foi uma cena assustadora ver a criança naquela situação: 

“É só quem passa para descrever, foi uma coisa assustadora. Você perde o chão porque você uma criança na boca de um animal, você jamais espera”, disse. 

O estado de Nikolas é tão delicado que ele mesmo chegou a acreditar que iria morrer e em uma conversa com a mãe, no hospital onde está internado, declarou à genitora: “Achei que eu ia ver Deus”

A criança permanece internada e não corre risco de morte. 

Veja a reportagem sobre ataque de cães: 

Essa e outras notícias do Paraná você encontra no RIC Mais.