Segurança

Corpo de estudante de medicina é encontrado em decomposição

Ele morava sozinho em um apartamento na região nobre da capital paranaense

Guilherme
Guilherme Barchik com informações de Thais Travençoli, da RIC Record TV Curitiba
Corpo de estudante de medicina é encontrado em decomposição
(Foto: Thais Travençoli / RIC Record TV)

6 de maio de 2021 - 11:55 - Atualizado em 6 de maio de 2021 - 15:23

Na tarde de ontem, quarta-feira (5), o corpo de um estudante de medicina foi encontrado em estado de decomposição. O jovem apresentava sinais de asfixia. O crime aconteceu no condomínio Belmont, na rua Antônio Pietruza, bairro Portão, em Curitiba.

A identificado como Marcos Vinício Bozzana da Fonseca, de 25 anos, o universitário cursava medicina na PUC-PR. A vítima nasceu no Mato Grosso do Sul e estava na capital paranaense para realizar o sonho de ser médico.

Abalados, os familiares da vítima não quiseram conceder entrevista.

O Corpo do estudante foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.

Em entrevista do Balanço Geral Curitiba, o Delegado Thiago Nobrega contou detalhes do crime.

“Deu a impressão que Marcos foi sufocado. Ele até foi encontrado com uma manta, com um cobertor sob a cabeça. Provavelmente o que foi utilizar para sufoca-lo.”

Delegado Thiago Nobrega, da DHPP

A Polícia Civil está buscando as câmeras de segurança para identificar o autor do crime.

Curso de Medicina emite nota de pesa

Casos parecidos

O caso do estudante Marcos Vinícius é muito parecido com um outro caso que aconteceu na semana passada, onde um enfermeiro de 28 anos foi encontrado morto dentro do próprio apartamento.

Ambos as vítimas são da área de saúde (enfermeiro e estudante de medicina), eram jovens 25 e 28 anos, foram mortos dentro do apartamento (na mesma região da cidade) e com sinais de asfixia.

A Delegacia Homicídios e Proteção à Pessoa vai investigar se os casos tem relação.