Segurança

Policiais fazem buscas em área de mata atrás de suspeito de estupro que fugiu na RMC

Homem foi preso em flagrante na última terça-feira (29), mas fugiu pela janela da delegacia nesta quarta-feira (30)

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações de Marcelo Borges, da RIC Record TV
Policiais fazem buscas em área de mata atrás de suspeito de estupro que fugiu na RMC
(Foto: Paulo Fischer/ RIC Record TV)

1 de julho de 2021 - 07:23 - Atualizado em 1 de julho de 2021 - 07:23

Agentes da Polícia Civil e da Polícia Militar da Região Metropolitana de Curitiba estão mobilizados em busca de um suspeito de estrupo que fugiu da delegacia de Fazenda Rio Grande nesta quarta-feira (30). Jailson Rodrigo Bastos de Lima, de 28 anos, havia sido preso em flagrante na última terça-feira (29) após invadir uma residência em Agudos do Sul e praticar o crime contra uma criança de 11 anos.

Nesta quarta-feira (30), após pedir para ir ao banheiro da delegacia, o suspeito fugiu pela janela. De imediato as polícias iniciaram buscas na região. Durante a noite, os policiais concentraram os trabalhos no Parque Verde, após receber informações sobre o possível esconderijo do homem.

Cães farejadores foram levados à área extensa de mata, mas até a manhã desta quinta-feira (1) não havia informações sobre a captura do suspeito. Próximo ao local passa a BR-116, que pode facilitar a fuga de Jailson.

O crime

De acordo com informações da RIC Record TV, o homem foi preso após invadir uma residência e estuprar uma menina de 11 anos na frente de seus irmãos, crianças de 5 e de 4 anos. O suspeito aproveitou que a mãe das crianças saia de casa todos os dias para trabalhar, às 4h, e deixava os filhos dormindo até a chegada de uma cuidadora às 8h.

invade-casa-estupra-menina-frente-criancas
O homem foi preso logo depois de cometer o crime. (Foto: Reprodução/Grupo RIC)

Na sequência, o suspeito roubou cerca de R$ 400 em dinheiro, dois celulares, uma bicicleta e fugiu. Mas um familiar da garota flagrou ele deixando a casa e, com medo de que o pior tivesse acontecido, correu para encontrar os sobrinhos. 

“Eu encontrei a minha sobrinha chorando e relatando que o ‘Ratinho’ entrou pela janela com um facão e um simulacro de arma ameaçando ela e meu sobrinho. Foi no quarto dela com um facão, ameaçou ela de morte. Uma criança estava dormindo, mas a outra estava vendo tudo. Ele tentou chorar, gritar, mas o Ratinho ameaçou ele com o facão”,

relatou um tio, que não pode ser identificado para preservar a identidade da vítima.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.