Segurança

Blitz em Maringá apreende moto com mais de R$ 48 mil em multas

A blitz realizada na tarde desta quinta-feira (15) pela Polícia Militar, com apoio da Prefeitura de Maringá, apreendeu oito veículos e aplicou 13 multas

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Prefeitura de Maringá
Blitz em Maringá apreende moto com mais de R$ 48 mil em multas
(Foto: Aldemir de Moraes / PMM)

16 de julho de 2021 - 08:44 - Atualizado em 16 de julho de 2021 - 08:44

Uma blitz realizada na tarde desta quinta-feira (15) pela Polícia Militar, com apoio da Prefeitura de Maringá, apreendeu oito veículos e aplicou 13 multas. A ação conjunta aconteceu na avenida Juscelino Kubitschek, ao lado do Parque do Ingá. Entre os veículos apreendidos está uma motocicleta com mais de R$ 48,6 mil em multas.

O diretor de Trânsito da Prefeitura, Marcelo Filite, lembra que a abordagem é sempre positiva. “Atendemos as demandas da população. Retiramos de circulação veículos que podem causar problemas e colocar as pessoas em risco”.

A Secretaria de Mobilidade Urbana informa que foram apreendidas sete motocicletas e um automóvel. Entre as 13 autuações registradas, estão motoristas sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), impostos em atraso e escapamento irregular. Uma motocicleta Honda foi flagrada com multas, taxas e impostos atrasados somando R$ 48.604,04. O veículo foi apreendido.

Escapamento irregular

Uma das principais motivações para a realização desta blitz foi para coibir o uso de escapamentos irregulares por parte de motocicletas. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), entre os problemas que caracterizam irregularidade, estão escapamento sem equipamento obrigatório ou inoperante ou ineficiente; com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante.

(Foto: Aldemir de Moraes / PMM)

Em caso de flagrante, a infração é considerada de natureza grave, rendendo multa de R$ 195,23 mais cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A moto também é apreendida.

As blitzes são constantes e miram os veículos que não estão dentro das normas e incomodam a comunidade com o barulho excessivo. Até maio, a média de reclamações na Ouvidoria Municipal (telefone 156) era de 28 reclamações mensais. Em junho foram apenas oito, fruto das blitze realizadas em maio e que tiraram várias motos irregulares de circulação.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.