Notícias

Bêbados, jovens saem da balada, tiram ‘selfie’ com crânio e são presos no cemitério

Três jovens voltavam da balada, quando passaram no cemitério, pegaram um crânio e pousaram para uma selfie; eles foram presos

Gabriel
Gabriel Azevedo com informações do R7
Bêbados, jovens saem da balada, tiram ‘selfie’ com crânio e são presos no cemitério
(Reprodução/Redes sociais)

28 de janeiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 28 de janeiro de 2020 - 00:00

Três jovens voltavam da balada, em Dores do Indaiá, Minas Gerais, quando passaram no cemitério, pegaram um crânio e pousaram para uma selfie. Um funcionário do cemitério viu a cena e acionou a Polícia Militar.

Os jovens viram o coveiro, fugiram, mas deixaram o celular cair com as fotos tiradas com o crânio. De tarde, no mesmo dia, eles voltaram ao local para buscar o aparelho e foram presos. O caso aconteceu no domingo (26).

Eles foram levados para a Delegacia de Plantão de Bom Despacho, a 156 km de Belo Horizonte.

Em entrevista ao Portal R7, um dos jovens detidos confirmou que ele e os amigos pegaram o crânio para tirar as fotos. Ildeu Anselmo de Matos Neto, de 19 anos, disse que o grupo estava embriagado e voltava de uma festa. Neto alegou ainda que não sabia que cometia um crime. “Estávamos tontos e fomos para o cemitério. O jazigo já estava aberto e resolvemos pegar a caveira. Não sabia que era crime”.

Os três jovens foram soltos após pagar fiança e vão responder em liberdade por vilipêndio de cadáver, que é o delito de “desrespeitar, ultrajar ou menosprezar” restos mortais. A pena prevista é de um a três anos de prisão e pagamento de multa.