Segurança

Avião com vacinas entra em rota de colisão com aeronave da GOL, em Curitiba

O monomotor com as vacinas contra o coronavírus havia decolado do Aeroporto Bacacheri, na região central de Curitiba, quando quase colidiu com o Boeing 737-800 da Gol

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora com informações da RIC Record TV
Avião com vacinas entra em rota de colisão com aeronave da GOL, em Curitiba
Foto: reprodução RIC TV Record

20 de janeiro de 2021 - 10:29 - Atualizado em 20 de janeiro de 2021 - 10:34

Um avião monomotor que carregava as vacinas Coronavac quase colidiu com uma aeronave da Gol após realizar uma curva errada na manhã desta terça-feira (19), sobre a área urbana de Curitiba.

O monomotor com as vacinas contra o coronavírus havia decolado do Aeroporto Bacacheri, na região central de Curitiba, quando quase colidiu com o Boeing 737-800 da Gol, com capacidade de até 150 passageiros, que havia decolado em Guarulhos e se aproximava do Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana da capital.

Avião com vacinas entra em rota de colisão; entenda!

Em nota, a Gol informou que precisou realizar um novo procedimento de pouso após detectar a aproximação do Cessna C208 Caravan do Governo do Paraná, e que a mudança foi necessária após receberem uma solicitação do controle de tráfego aéreo do destino. “Foi um procedimento de segurança sem qualquer anormalidade no voo”, disse a companhia.

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Além disso, uma nota do Governo do Paraná informou que o Cessna C208 Caravan saiu do Aeroporto Bacacheri com destino a Londrina para cumprir as entregas das doses das vacinas contra a covid-19, e que a manobra foi uma atitude inesperada do piloto automático devidamente acoplado, e que a tripulação realizou todos os procedimentos técnicos necessários, e que o procedimento de decolagem foi retomado sem o auxílio do equipamento.

Em uma coletiva de imprensa no interior do estado, o secretário da Saúde do Paraná Beto Preto falou sobre o incidente.

“Não houve nenhuma manobra radical, nem nada disso, e conseguimos sanar da melhor maneira possível. Agora claro, a notícia aconteceu, e vamos investigar o que houve”.

Aeronave deve passar por manutenção antes de retornar a Curitiba

Após o incidente, a Casa Militar determinou que a aeronave passe por  manutenção antes de retornar a Curitiba. O órgão vai realizar uma averiguação interna do ocorrido.

Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O chamado close-call, termo usado quando um acidente fica próximo de acontecer, também requer uma investigação do centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, o CENIPA.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.