Segurança

Acusado de matar engenheiro na rua Itupava enfrenta júri popular em Curitiba

O crime aconteceu depois de uma briga de bar, na rua Itupava, em Curitiba; o engenheiro foi morto a facadas

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Acusado de matar engenheiro na rua Itupava enfrenta júri popular em Curitiba
(Foto: Reprodução)

28 de setembro de 2020 - 19:53 - Atualizado em 28 de setembro de 2020 - 19:55

Anderson Faria de Jesus, 28 anos, enfrenta júri popular nesta terça-feira (29) pela acusação de ter matado o engenheiro mecânico Roberto Tiepolo Júnior, de 42 anos, com diversas facadas na rua Itupava, no dia 2 de fevereiro.

O crime aconteceu depois de uma briga de bar. O réu foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná (MPPR) por homicídio qualificado.

O Ministério Público vai sustentar como qualificadora recurso que impossibilitou a defesa da vítima, que foi perseguida pelo denunciado e outros três homens.

Depois de perseguido, foi espancado e morto no estacionamento de um bar. O denunciado foi preso dias depois do crime e encontra-se detido. O Júri está marcado para as 13h30.