Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora

29 de junho de 2020 - 08:59

Atualizado em 29 de junho de 2020 - 08:59

Segurança

Polícia explica acidente que matou Roberto Angeloni; entenda!

Roberto Angeloni passou por ondulações na pista; entenda!

Polícia explica acidente que matou Roberto Angeloni; entenda!
Foto: PRF

empresário Roberto Angeloni, de 45 anos, morreu em um grave acidente na BR-101, em Biguaçu, na Grande Florianópolis, em Santa Catarina (SC), no fim da manhã deste domingo (28), por volta das 11h30, após a  Mercedes-Benz que dirigia partir ao meio.

Na noite deste domingo, o inspetor e chefe do Núcleo de Comunicação da PRF de Santa Catarina, Luiz Graziano, deu mais detalhes sobre as causas da colisão.

Acidente Roberto Angeloni: “não há nada que comprove racha”

De acordo com Luiz Graziano, a PRF já concluiu que a Mercedes-Benz vinha em uma velocidade acima da permitida, mas a perícia ainda está em andamento.

Foto: PRF SC

Além disso, o inspetor explica que antes de colidir contra o poste Roberto Angeloni passou por ondulações na pista, o que consequentemente pode o ter feito perder o controle da direção.

“Ele passou por algumas ondulações que tem ali na região e perdeu o controle do veículo, derrapou, quase bateu na mureta do lado esquerdo, puxou pro lado direito, colidiu em uma caminhonete ranger que vinha pela faixa da direita, no paralama esquerdo da ranger. Ele saiu da rodovia, entrou no pátio do posto e bateu de frente em um poste e a mercedez ficou dividida ao meio”, explicou Graziano

Com o impacto do acidente, Roberto Angeloni morreu na hora.

Foto: PRF SC

Na ranger vinha um casal, e a passageira teve lesões leves, foi encaminhada ao hospital e liberada logo em seguida.

Por fim, de acordo com Graziano, “não há nada que comprove que a mercedez vinha fazendo racha“.