Segurança

Abordagem em festa clandestina termina com disparos de balas de borracha e 13 detidos

Ao chegar na festa clandestina, a GM foi recebida com hostilidade. Um homem, que atendeu a equipe, teria dito “Quero que a prefeitura e a polícia vá a m****, aqui não vai entrar ninguém…”

Daniela
Daniela Borsuk
Abordagem em festa clandestina termina com disparos de balas de borracha e 13 detidos
(Foto: Guarda Municipal de Campo Largo)

28 de março de 2021 - 14:40 - Atualizado em 28 de março de 2021 - 14:40

Na madrugada deste domingo (28), 13 pessoas, entre elas um adolescente, foram detidas após serem flagradas em uma festa clandestina no bairro Bela Vista, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. A Guarda Municipal, equipes de fiscalização da prefeitura e da Polícia Militar foram acionadas e tiveram que usar balas de borracha para conter a situação.

De acordo com a Guarda Municipal, as equipes receberam uma denúncia para uma festa, com possível aglomeração de pessoas, evento proibido durante o combate do novo coronavírus no município. Ao chegar, a GM foi recebida com hostilidade. Um homem, que atendeu a equipe, teria dito “Quero que a prefeitura e a polícia vá a m****, aqui não vai entrar ninguém…”. Foi dado voz de prisão ao suspeito por desacato e desobediência.

(Foto: Guarda Municipal de Campo Largo)

A seguir, as equipes entraram na casa e os ocupantes teriam confrontado os agentes, que usaram balas de borracha antimotim. Ainda conforme a Guarda Municipal, vários participantes da festa tentaram fugir, mas foram detidos. Eles estavam com sinais de embriaguez e confirmaram que o encontro se tratava de um festa clandestina. Garrafas de bebida alcóolica também estavam espalhadas pela residência.

Os 13 detidos, entre eles um adolescente, foram encaminhados para a 3ª Delegacia Regional de Polícia de Campo Largo, para os procedimentos legais. Entre as autuações, estavam desobediência, desacato, resistência, corrupção de menores de idade e infração de norma sanitária preventiva ao coronavírus.