Balanço Geral Curitiba

Após 17 horas como refém, criança está internada com suspeita de envenenamento

Guilherme
Guilherme Becker / Editor

29 de abril de 2019 - 00:00 - Atualizado em 29 de abril de 2019 - 00:00

A criança, de 3 anos, que foi mantida refém por 17 horas pelo próprio pai, está internada com suspeita de envenenamento. Nesta segunda-feira (29), o menino passou por exames médicos no Hospital do Pequeno Príncipe, que informou que a situação clínica é estável.

De acordo com os policiais, o pai assumiu ter preparado uma mistura com veneno de rato, entretanto, não há informações sobre a ingestão. Outra possibilidade é uma alergia por gasolina.

LEIA TAMBÉM: Três pessoas morreram em tiroteio em uma casa noturna, em Foz do Iguaçu

Criança passa mal

Na tarde deste domingo (28), a criança passou mal e foi levada pela família a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boa Vista. Após atendimento, o menino foi encaminhado para o Hospital Pequeno Príncipe.

Segundo a polícia, quando a criança foi resgatada não havia marcas de ferimentos. Dentro da casa foram encontrados um produto diluído em água, seringas e um galão de gasolina.

O pai está preso.