Notícias

Segundo dia de pré-Carnaval em Maringá é cancelado pela prefeitura

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

24 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 24 de fevereiro de 2019 - 00:00

O pré-Carnaval de Maringá foi cancelado neste domingo. (Foto: Reprodução/Prefeitura Maringá)

O evento foi suspenso depois de uma reunião de caráter extraordinário que ocorreu na manhã deste domingo (24)

A Prefeitura de Maringá, no noroeste do Paraná, cancelou o segundo dia de pré-Carnaval que aconteceria na tarde deste domingo (24). A administração do município tomou a decisão depois de uma reunião emergencial que ocorreu nesta manhã, às 10h, no Paço Municipal.

Cancelamento do pré-Carnaval em Maringá

A motivação para o cancelamento da festa que teria início às 14h, ao lado do futuro Terminal Urbano, é de que durante o sábado (23), primeiro dia de pré-Carnaval, o evento reuniu aproximadamente 15 mil pessoas. O número tão grande de participantes além de ter causado uma grande baderna e transtorno para moradores da região, também foi impossível de controlar com o efetivo disponível segundo as polícias Militar, Civil e Guarda Municipal. 

Durante a reunião Ademar Paschoal, tenente-coronel da PM, explicou que 50 policiais trabalharam no primeiro dia da festa e tiveram dificuldades para controlar os participantes, assim como foram até ameaçados em meio a multidão. “Não temos condições de garantir a segurança nessa situação”, declarou Paschoal.

Miguel Fernando, secretário de Cultura, alegou que o número de foliões superou a quantia esperada e isso tem impacto direto sobre o andar do evento.

Menores de idade do pré-Carnaval

Outro problema que ocorreu no primeiro dia de pré-Carnaval em Maringá foi o fato de inúmeros adolescentes ficarem completamente embriagados e precisarem de atendimento médico. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que recebeu os foliões teria ficado lotada de menores de idade.

Carlos Bonfim, conselheiro tutelar, esteve na reunião e afirmou que após um levantamento de todos os atendidos na UPA, irá entrar em contato com os pais desses adolescentes. Ele fez questão de frisar que “A responsabilidade pela conduta dos filhos é da família”.

De acordo com a polícia, fiscais da prefeitura também presenciaram ambulantes e comerciantes do entorno vendendo bebidas alcoólicas para menores de idade e acabaram ameaçados quando tentaram intervir.

Não é o fim do Carnaval em Maringá

O prefeito Ulisses Maia explicou que a decisão de cancelar o pré-Carnaval de Maringá é de caráter extraordinário e tem a intenção de evitar problemas, já que foi comprovada a falta de estrutura para manter a ordem e a segurança de todos durante o segundo dia da festa.

Maia também fez questão de salientar que a cidade possui um população jovem, além dos 40 mil estudantes e que não apenas os jovens, mas toda a população tem o direito à alegria e ao lazer. Por isso, a programação do Carnaval 2019 está mantida e os próximos eventos serão avaliados com mais cuidado para que possam acontecer sem problemas.

Veja a publicação feita pela Prefeitura de Maringá:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.