Saúde

Escaneamento digital: o novo aliado das clínicas odontológicas

Instituto Dr. Christian Andrade aposta no escaneamento digital para oferecer mais comodidade e praticidade nas avaliações odontológicas.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Escaneamento digital: o novo aliado das clínicas odontológicas

12 de abril de 2021 - 18:59 - Atualizado em 13 de abril de 2021 - 10:02

A tecnologia surgiu para tornar a vida das pessoas cada vez mais simples e fácil. E na odontologia isso não seria diferente – a era digital trouxe muitas ferramentas para facilitar o cotidiano dos consultórios odontológicos.

Uma delas é o escaneamento digital. Esta técnica permite escanear dentes, arcos, tecidos subjacentes e a oclusão e reproduz digitalmente em um computador com grande precisão. Além de ser prático e eficaz, dispensa o uso de materiais de moldagem (ou seja, as técnicas mais tradicionais), garantindo então a comodidade ideal para os pacientes.

Os profissionais que utilizam essa tecnologia podem obter maior precisão na cópia dos detalhes, e com isso fazer diagnósticos mais claros e alcançar resultados ainda melhores.

Como funciona este procedimento?

Com suporte de softwares, é possível manipular um escaneamento digital de maneira que projete digitalmente a arcada dentária. Com isso, o profissional diminui etapas críticas na produção das próteses dentárias, sejam elas implantes ou sobre dentes. 

Ao utilizar este sistema, o plano entre as arcadas, a curva do sorriso, o alinhamento e o nivelamento dos dentes podem ser melhor avaliados.

O planejamento dental realizado fica então armazenado no sistema, o que possibilita a reprodução na restauração final ou eventuais necessidades durante o tratamento.

As vantagens do escaneamento digital

O tradicional modelo de gesso, que é um método desconfortável ao paciente,  é difícil de armazenar e transportar devido à maior possibilidade de danos, além de ser demorado. O modelo digital é especialmente vantajoso, pois traz maior precisão, qualidade e rapidez desde a execução do planejamento até o diagnóstico. Também é mais fácil de armazenar (já que não são modelos físicos), e é possível compartilhar as informações entre os profissionais por meio de recursos digitais.

“O escaneamento digital é uma excelente escolha, e o que mais satisfaz os pacientes é o conforto. Além disso, com esse equipamento, podemos proporcionar a eles mais agilidade, rapidez e menos consultas”, explica o Dr. Christian Andrade.

O escaneamento digital também reduz a chance de retornos e retrabalhos, porque é rápido e prático de corrigir uma digitalização. Isso aumenta a eficiência do trabalho e diminui a incidência de erros. E mais ainda, permite o acompanhamento em tempo real da evolução do tratamento.

*Responsável técnico – unidade Batel: Dra. Fernanda De Fátima F. Silva. CRO/PR 23431 | CLF/PR 3311
Av. do Batel, 1684 – Batel – Curitiba(PR) | (41) 3030-3010
*Responsável técnico – unidade Sítio Cercado: Dr. Christian Luiz de Andrade. CRO/PR 17513 | CLM/PR 1695
Rua Agudos do Sul, 40 – Sítio Cercado – Curitiba (PR) | (41) 3030-3010

selo_ricmais_publis

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.