Saúde

Curitiba suspende cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados

A medida, a princípio, é válida a partir desta quarta-feira (25) e deve durar 14 dias

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
Curitiba suspende cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados

25 de novembro de 2020 - 08:55 - Atualizado em 25 de novembro de 2020 - 08:55

Curitiba suspende cirurgias eletivas em hospitais públicos e privados após decreto divulgado nesta terça-feira (24), pela prefeitura do município.

Conforme a prefeitura, as cirurgias eletivas são aquelas não urgentes, marcadas com antecedência, e a decisão foi tomada após hospitais de toda a cidade comunicarem lotação máxima de leitos hospitalares.

Curitiba suspende cirurgias eletivas, mas podem ser realizados procedimentos cirúrgicos eletivos essenciais

Nos hospitais credenciados pelo SUS as cirurgias eletivas já estavam suspensas desde o dia 17 de novembro, mas agora a medida passa a valer também para os hospitais particulares.

“O aumento já tendenciava um reflexo em internamentos, por isso adiantamos a suspensão das cirurgias eletivas no SUS “, esclareceu a secretária municipal da Saúde, Marcia Huçulak.

Além disso, de acordo com Márcia, o cenário epidemiológico exige medidas para garantir prestação de assistência à população.

“Temos que adotar estratégias que possibilitem otimizar toda a rede hospitalar da cidade, seja ela pública ou privada, para o enfrentamento da pandemia”, reforçou a secretária.

Apesar das cirurgias eletivas estarem suspensas, a prefeitura informou que procedimentos cirúrgicos eletivos essenciais ainda podem ser realizados nas especialidades de cardiologia, urologia, oftalmologia, oncologia e nefrologia, além das cirurgias inadiáveis pós-traumas.

A medida, a princípio, é válida a partir desta quarta-feira (25) e deve durar 14 dias.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.